Interior

23 de agosto de 2017 16:51

Júri de acusado de matar vítima após atropelamento em Arapiraca é adiado

Julgamento deve ocorrer no dia 25 de setembro; sessão foi adiada devido ao não comparecimento do advogado do réu

O julgamento do réu Diogo Jimeson de Moura, acusado de porte ilegal de arma de fogo e homicídio qualificado contra José de Souza Correia, previsto para ocorrer nesta quarta-feira (23), em Arapiraca, foi adiado para a próxima sessão, que ocorrerá no dia 25 de setembro. Segundo o juiz Jandir de Barros Carvalho, a sessão foi adiada porque o advogado do réu não compareceu, nem foi localizado.

“O advogado foi regularmente intimado e de acordo com o artigo 456 do Código de Processo Penal o julgamento deve ser adiado para a próxima sessão”, explicou o magistrado.

Sobre o crime

De acordo com os autos, em novembro de 2001, a vítima conduzia seu veículo pela rua Florêncio Apolinário, no bairro Alto do Cruzeiro, quando atropelou o acusado, que estava de bicicleta. Ao descer do veículo para prestar socorro, José de Souza foi atingido por tiros de arma de fogo disparados por Diogo Jimeson.

O réu foi condenado em março de 2013, mas o julgamento foi anulado pelo Tribunal de Justiça, após a constatação de erros no texto dos quesitos disponibilizados para os jurados que deram o veredito.

Fonte: Dicom / TJ-AL

Comentários

MAIS NO TH