Interior

24 de julho de 2017 08:23

Delmiro Gouveia recebe primeira Feira da Reforma Agrária

O consumidor compra seu produto direto das mãos de quem o produziu, eliminando a figura do atravessador

No Sertão de Alagoas, a cidade de Delmiro Gouveia recebe nos próximos dias 25 e 26, a primeira edição da Feira da Reforma Agrária. Organizada pelo MST, a Feira deve reunir uma variedade de produtos vindos de vários acampamentos e assentamentos da Reforma Agrária de todo o estado. A Feira acontecerá na praça de eventos, no centro da cidade.

De acordo com Débora Nunes, da coordenação do MST, a realização da Feira em Delmiro Gouveia é mais uma importante iniciativa de fazer o diálogo com a sociedade sobre a importância da Reforma Agrária, além de comercializar a produção dos trabalhadores e trabalhadoras rurais Sem Terra.

“Durante os dois dias de Feira a população delmirense terá a oportunidade de consumir uma diversidade de alimentos produzidos livres de agrotóxicos e comercializados por um preço abaixo do mercado convencional”, afirma Nunes. “Na Feira da Reforma Agrária, o consumidor compra seu produto direto das mãos de quem o produziu, eliminando a figura do atravessador e garantindo essa possibilidade de adquirir um produto saudável por um preço justo”.

Dezenas de trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra ocupam a praça de eventos com a diversidade da produção do campo a partir das primeiras horas da manhã da terça-feira (25), além dos camponeses da região, também são esperados produtos vindos das roças de outras partes do estado.

“Teremos nos próximos dias uma verdadeira prestação de contas com a sociedade. Aqui no Sertão temos vários assentamentos e acampamentos, vamos materializar com a nossa produção nesses dias de Feira a necessidade e a importância da realização da Reforma Agrária, que produz vida e alimenta a mesa de quem também está na cidade”, reforçou Débora, que também integra o Setor de Produção do MST.

A iniciativa do MST em realizar as Feiras em diversos municípios do estado, como Arapiraca, Junqueiro e São Luiz do Quitunde nos anos anteriores, surge da necessidade de estreitar o diálogo com a população nas regiões onde estão localizadas várias áreas da Reforma Agrária, possibilitando, a partir das Feiras, intensificar a relação entre campo e cidade.

Em 2017 o MST inicia sua agenda de feiras em Alagoas com a realização da edição no Sertão, ainda estão previstas feiras em outras regiões, além da feira estadual, em Maceió, que completa 18 edições em setembro.

Além da comercialização da produção dos assentamentos e acampamentos, a Feira também contará com atrações culturais na noite do dia 25.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH