Interior

16 de fevereiro de 2017 20:58

Casal detecta desvios de água na adutora do Sertão alagoano

Fiscalização-surpresa flagrou ligações clandestinas em Piranhas e Olho D’água do Casado

↑ Maiores problemas são ligações clandestinas e perdas comerciais (Foto: Ilustração)
Ligações clandestinas, violações de hidrômetros e perfuração de adutora foram as principais irregularidades constatadas durante a fiscalização-surpresa da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), realizada nesta quinta-feira (16), ao longo da adutora do Sertão, nos municípios de Piranhas e Olho D’água do Casado.

Um dos casos envolveu um motel que fez uma ligação irregular na adutora, perfurou a pista asfáltica para passar com a tubulação e levar água tratada para o estabelecimento que ficava no outro lado da rodovia. Fiscais da Casal tiveram dificuldade para detectar e anular a ligação clandestina.

Em outro caso, foi encontrada uma fazenda de criação de gado, com granja, açudes, criação de patos e gansos e extensa área irrigada, que recebiam água bombeada de uma “minação”.

Na maior parte das ocorrências registradas na área rural, os proprietários não foram encontrados nos imóveis, que eram cuidados por caseiros.

Por determinação do vice-presidente de Gestão Operacional da Casal, Francisco Beltrão, que comandou a operação, com apoio das Polícias Civil e Militar, as equipes de fiscalização da companhia vão retornar aos imóveis para eliminar definitivamente as irregularidades no abastecimento, uma vez que, na operação desta quinta-feira, não foi possível desfazer completamente os “gatos” devido à complexidade das fraudes.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH