Interior

22 de novembro de 2016 12:20

Sanfoneiros lamentam encerramento de projeto cultural

Projeto 'Cultura na Praça' é realizado na Tenda Cultural na Praça Luiz Pereira Lima, conhecida como antiga Praça da Prefeitura

A mudança de governo está provocando apreensão nos artistas populares que realizam, há cerca de quatro anos, o projeto Cultura na Praça, no centro da cidade de Arapiraca.

“Com o mesmo sentimento de tristeza por estar, pelo menos até o final deste ano me despedindo deste espaço, onde durante quatro anos levamos música, informação, entretenimento e abrimos espaço para que nossos artistas possam mostrar o seu trabalho. Também agradeço com muito carinho a prefeita Célia Rocha e a toda a sua equipe, por este apoio, principalmente a secretária de Cultura, Tânia Maria”, afirmou o mestre sanfoneiro e poeta Afrísio Acácio.

O projeto é realizado na Tenda Cultural na Praça Luiz Pereira Lima, conhecida como antiga Praça da Prefeitura.

Mestre Afrísio Acácio conta que nesse período fez muitos jovens, adultos e idosos se encontrarem com a música, unindo a cultura ao que ele chama de “cuidados da saúde com o forró”.

De acordo com o idealizador do projeto, o Cultura na Praça, além de ter o seu objetivo principal que é o resgate da preservação da cultura nordestina, com apresentação de artistas populares, também tem o seu lado social, ao abrir espaço para que os músicos e cantores recebam alguma ajuda financeira para a compra de medicamentos ou outros assuntos de ordem pessoal.

“Fico triste em saber que este local, que serviu para nossos encontros de todas as segundas-feiras, a partir deste mês que vem, não realize mais o Projeto Cultura na Praça”, disse o aposentado Antônio Feliciano da Silva, 77 anos, ao lamentar temporariamente a finalização do evento.

Para ele, a próxima administração pode dar continuidade a um projeto que leva mais ainda o nome da cidade para outros estados.

Já a dona de casa e aposentada Cícera Amélia dos Nascimento, de 68 anos, as segundas-feiras não serão mais as mesmas na

Praça da Prefeitura, com o encerramento do projeto.

“Tenho certeza, de que quando passar por aqui, vou virar o rosto para o outro lado, principalmente às segundas-feiras, só para não lembrar do meu querido cantinho do forró”, disse ela, deixando escorrer as lágrimas pelo rosto.

Com a paralisação das edições do Projeto Cultura na Praça, agora, o mestre Afrísio Acácio, volta a receber seus convidados na sede da Associação Cultural Rancho do Matuto, na Rua Coronel Vicente Ramos, 74, Bairro de Cacimbas, no acesso à cidade de Lagoa da Canoa.

A ideia dele é manter o evento aos sábados, no período das 16 horas até meia noite, e aos domingos, das 16 horas às 20 horas. Mestre Afrísio Acácio disse que vai tentar reunir os artistas populares às segundas-feiras. “Vou continuar me esforçando, mesmo sabendo que a cultura popular precisa de muito apoio e ajuda do poder público e da sociedade”, completou o músico, poeta e idealizador do projeto.

Comentários

MAIS NO TH