Interior

27 de outubro de 2016 10:33

Vereadores do município alagoano de Mata Grande querem reajuste de 140%

Projeto tramita na câmara do município e autoria é de Júlio Brandão

Enquanto os prefeitos seguem para Brasília em busca de apoio via bancada federal para aprovar as pautas municipalistas que podem trazer um fôlego para os gestores enfrentarem a crise, a Câmara de Vereadores de Mata Grande tramita com um Projeto de Lei (PL) que concede reajuste aos salários dos vereadores de 140%.

A Casa tem oito vereadores e cada um deles ganha R$ 2,5 mil e a proposta é que o salário passe para R$ 6 mil. O projeto deve ser votado na próxima semana e vale para a próxima legislatura. O autor da proposta é o presidente da Câmara, o vereador Júlio Brandão (PP). No texto do PL, o autor garante que os subsídios respeitam os limites consignados no artigo 29 da Constituição Federal.

A justificativa apresentada no corpo do texto é de que o reajuste é justo, razoável comparado aos valores recebidos pelos demais agentes, sendo assim necessário se fazer essa adequação em virtude da responsabilidade dos cargos.

A reportagem da Tribuna Independente tentou contato com o presidente da Câmara de Vereadores para saber o motivo do reajuste de 140%, mas ele não atendeu as nossas ligações.

Além do reajuste do salário, a verba indenizatória recebida pelos vereadores também terá aumento, com um percentual de 233%. Atualmente a verba indenizatória paga é de R$1,5 mil e com o reajuste ele passará para R$ 5 mil para os componentes da Mesa Diretora e R$ 3 mil para os demais.

A mensagem encaminhada pela Mesa Diretora ao plenário da Casa diz que o reajuste acontece em razão da necessidade do aumento de despesas e dos custos das atividades parlamentares.

Se aprovado, os vereadores de Mata Grande a partir do exercício de 2017 ganhariam mensalmente R$11 mil para os componentes da Mesa e R$ 9 mil para os outros parlamentares.

O duodécimo é de R$ 128.333,33 ao ano, desse total R$ 78 mil seriam destinado para o pagamento do salário dos vereadores, mais de 50% do total.

SERVIDORES

Já os servidores municipais ao longo destes quatro anos de gestão tiveram um reajuste de aproximadamente 28,5%. Esse percentual é baseado no aumento do salário mínimo e também no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH