Interior

26 de outubro de 2016 12:40

Instituto do Meio Ambiente recolhe mais de 39 toneladas de lixo de hospital

Unidade de Saúde de Arapiraca recebe multas que passam de R$ 1,7 milhão

Desde o último dia 20, técnicos da equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA-AL) acompanham a remoção do lixo descartado pelo Hospital Chama de Arapiraca. A retirada dos resíduos, depositados de forma irregular em um terreno localizado ao lado do hospital, foi concluída na última terça-feira (25), resultando em mais de 39 toneladas removidas.

A irregularidade foi identificada após um trabalho de investigação realizado pelos fiscais do IMA no último dia 7, quando a equipe flagrou diversas infrações cometidas pelo hospital. Na ocasião, além do descarte indevido de lixo hospitalar, a Unidade de Saúde foi autuada por queima irregular, armazenamento inadequado, além da reforma e ampliação, sem licença, de um novo complexo. As multas somadas passam de R$ 1,7 milhão.

“Quase 20 dias após o embargo, quando retornamos para acompanhar a finalização da remoção dos resíduos, encontramos a obra de ampliação funcionando normalmente”, disse um dos fiscais que acompanhou a ação. O hospital foi autuado em mais R$ 10 mil pelo descumprimento do embargo.

O Hospital havia sido autuado duas vezes esse ano, com multas que somadas chegavam a R$ 45 mil, por falta de licenciamento e pelo lançamento de efluente sem tratamento. Na ocasião foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com prazo até fevereiro de 2017, para a construção de uma Estação de Tratamento de Efluentes.

Fonte: Ascom / IMA-AL

Comentários

MAIS NO TH