Histórias das Copas

28 de junho de 2018 18:43

Penedo dá pontapé inicial no futebol de Alagoas

↑ Time do Santa Cruz, um dos mais antigos do Estado

A cidade ribeirinha de Penedo pode se orgulhar de fazer parte de um dos mais importantes capítulos do futebol alagoano. Foi em um campinho de piçarra (areia e pedra), em um terreno improvisado, que foi disputado o primeiro match em terras alagoanas, em 27 de dezembro de 1908. Há exatos 110 anos, o mesmo campinho se transformou no principal estádio entres os municípios que formam a região do Baixo São Francisco alagoano, o Alfredo Leahy, o “caldeirão” da alegria, que pertence ao Sport Club Penedense, também o mais antigo do futebol alagoano e que está entre os vinte pioneiros do Brasil, fundado em 3 de janeiro de 1909. Tão logo rolou a bola em Penedo, no ano seguinte, em 1909, o futebol começou na capital, em Maceió.

“Um grupo de rapazes estudantes de direito e medicina no princípio de 1909 apresentou em Maceió uma novidade: o futebol. É preciso notar que, antes de nossa capital, Penedo travou conhecimento com o futebol. A precedência foi, porém, de apenas alguns meses”, observa o jornalista e historiador Lauthenay Perdigão.

A fonte primária de Lauthenay, como citou em seu livro Arquivos Implacáveis, foi o desportista e ex-presidente do CRB Ismael Aciolly, que, depois de garimpar a coleção do velho jornal penedense O Monitor, descobriu a incrível partida inicial. Em sua pesquisa, Aciolly diz que o jogo foi protagonizado pelo Foot–Ball Clube, provavelmente um esboço do Penedense, já que tinha também as cores vermelho e branco, e que só seria criado no ano seguinte. Com apenas dez jogadores de cada lado, os atletas foram divididos em duas equipes que jogavam entre si.

“O primeiro jogo foi no último domingo de 1908, e nele tomavam parte dois times organizados com rapazes da associação fundada para aquele fim e que ainda existe gloriosamente, o Esporte Clube Penedense”, completa Lauthenay. Não existem registros com fotos daquele histórico momento.

Os “dinossauros” do futebol em Alagoas e que estão no livro de ouro dos fundadores deste esporte foram os seguintes: No time vermelho e branco jogaram Júlio Berna Dino; Fernando Mendonça, Gaspar Mello, Osvaldo Mero, Afonso Aquino, Vivaldo Matos, Alcino Monteiro, Eduardo Pereira (capitão do time), Manoel Brandão Filho, Arnóbio Sales e José Monteiro. No time verde e branco tivemos João Cravo; Argemiro Cavalcante, Agripino Barbosa, Samuel Maia, Álvaro Peixoto, Elysio Nogueira e Horácio Pereira. O juiz foi Antônio da Silva Costa e seus auxiliares José Costa e Artur Octacílio.

O Penedense disputou os campeonatos promovidos pela Liga Penedense de Futebol como um dos mais famosos clubes do interior de Alagoas. Na época do amadorismo, o alvirrubro do Baixo São Francisco possuía em seu plantel os grandes craques do futebol alagoano. Somente em 1962 é que veio participar do campeonato da primeira divisão alagoana. Sua melhor campanha foi o vice-campeonato que aconteceu em 1966, quando decidiu o título com o CSA.

Nos últimos anos, o Penedense ficou de fora do Campeonato Alagoano, mas agora o time começa a retomar sua história de glórias. Uma comissão de sócios está tentando vencer as crises internas, já constituiu um Conselho Deliberativo, fez mudanças no estádio, com novo gramado, cadeiras sociais, trabalho nas categorias de base e a quitação de dívidas.

“O Penedense tem uma história de tradição imensa no futebol alagoano. Além de ser o primeiro cenário para a prática do futebol, somos o clube mais antigo, e um dos pioneiros no país. Quando retomamos as atividades, tudo estava abandonado, o mato tomou conta do campo, mas agora está com grama nova, e, com certeza, vamos voltar aos tempos de glória. E o que é melhor, o estádio é nosso, um patrimônio do clube”, assinala Daniel Mendonça, coordenador da Comissão de Sócios que toca o projeto.

Xavier, maior craque do Penedense, observa campo que foi palco do primeiro jogo em Alagoas, em 1908, o Alfredo Leahy

 

Comentários