Esporte

8 de dezembro de 2021 09:37

Omar Coêlho anuncia celeridade no novo CT do CSA

Em entrevista à Tribuna, presidente eleito do Azulão fala também sobre contratações e alfineta arquirrival CRB

↑ Novo presidente do CSA, Omar Coêlho, em entrevista à Tribuna, anúncio de contratações e novo estilo (Foto: Edilson Omena)

Foi uma eleição agitada. E ainda sob o calor da emoção ao assumir os destinos do time do coração depois de quase quatro horas de processo eleitoral que varou a madrugada de terça-feira (7), Omar Coêlho de Melo, 60 anos, novo presidente do CSA, em entrevista exclusiva ao portal tribunahoje.com e ao jornal Tribuna Independente, não se fez de rogado a avisou aos seus comandados e à torcida.

“Meu estilo é mais agressivo, quem me conhece como ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e presidente da Associação Nacional de Procuradores sabe que sempre fui muito falante. Por isso, vamos exigir respeito da Comissão Nacional de Arbitragem e da própria CBF. O Rafael Tenório, que fez uma excelente gestão nos seis anos à frente do nosso Azulão, é daqueles que se entregava aos braços da torcida, numa simbiose com os torcedores. Eu vou aparecer menos para a torcida, nessas questões vou preferir dar ênfase ao gerenciamento do CSA”, afirmou o novo comandante azulino.

Coelho gerenciará os destinos da equipe azul e branca das Alagoas até 2025. O novo gestor azulino venceu o opositor Marcelo Brabo com uma quantidade considerável de votos. Foram 588 contra 265.

Na entrevista concedida ao tribunahoje.com e à Tribuna, Coelho anunciou as primeiras novidades na sua gestão.

“Vínhamos trabalhando silenciosamente para não atrapalhar o processo eleitoral. Mas já temos pré-contratados 18 jogadores, incluindo novos atletas para a próxima temporada. Vamos assinar e renovar ainda hoje com o técnico Mozart Santos. Além disso, uma de nossas primeiras ações administrativas, nosso primeiro ato após a posse foi assinar um documento para a formação de um grupo de trabalho para a conclusão do nosso Centro de Treinamento (CT), que deve ser concluído até o fim de 2022”, disse o novo mandatário azulino.

Coêlho de Melo afirmou, ainda na entrevista, que o CSA não é mais “um poço sem fundo”, como afirmou seu antecessor ainda na primeira gestão Rafael Tenório, em 2011, que o apoiou incondicionalmente no processo eleitoral. “Se existia um poço sem fundo no CSA, pode ter certeza que ele já está bem costurado, porque o Rafael deixou um grande legado e o resultado foi esta expressiva vitória”. E completa: “O CSA é hoje um dos grandes clubes do Brasil”.

O novo presidente azulino garantiu que recebe o CSA sem nenhum passivo trabalhista, “graças à excelente gestão do Rafael (Tenório)”.

PROVOCAÇÃO

Ainda na entrevista ao tribunahoje.com, Coelho ainda fez uma provocação ao grande rival dos azulinos, o CRB: “O nosso CT está localizado no bairro do Tabuleiro do Martins, embora perto dos limites do município de Rio Largo, mas ainda em Maceió, o que faz o CSA ser o único clube grande da capital”, alfinetou, referindo-se ao arquirrival histórico, cujo CT está localizado no município de Roteiro.

Quanto ao elenco para a temporada 2022, ele revelou que os jogadores se valorizaram e estão pedindo muito além daquilo que o clube pode ofertar. “Não iremos fugir da realidade financeira do CSA para não voltarmos aquele tempo de que era um poço sem fundo. Tem alguns que talvez não fiquem porque estão pedindo acima da realidade do clube”.

Tribuna apurou que entre esses atletas que pediram muito estão o goleiro Thiago Rodrigues o meio-campista Yuri e o atacante Iury Castilho, que se supervalorizaram com a boa campanha azulina na Série B, onde o time Marujo ficou em quinto lugar.

Fonte: Tribuna Independente / Wellington Santos

Comentários

MAIS NO TH