Esporte

4 de dezembro de 2021 09:18

Quem será o novo presidente do CSA?

Omar Coelho e Marcelo Brabo são os candidatos inscritos para as eleições do clube que acontecem nesta segunda-feira

↑ Mesmo sendo alvo de dois pedidos de liminar, protesto durou cerca de 10h e contou com a participação de religiosos, ex-moradores e movimentos sociais (Foto: Sandro Lima)

Rafael Tenório fica no CSA. Mas fica com nova função. O atual presidente executivo é o candidato único para o cargo de presidente do conselho, e será aclamado nesta segunda-feira. Para sua vaga existem dois candidatos. Os advogados Omar Coelho e Marcelo Brabo. O primeiro tem o apoio de Tenório. O segundo surge como uma alternativa diferente, reunindo antigos conselheiros que estavam na atual gestão anos anteriores. Ambos falaram bastantes dos planos de melhorias para o CSA. As eleições para os cargos da diretoria executiva e do Conselho Deliberativo do CSA estão marcadas para as 17h desta segunda, no CT do Nelsão.

Podem participar da assembleia os sócios honorários, beneméritos, remidos e torcedor; este último nas categorias marujo, bronze, prata, ouro e sócio-conselheiro. Todos precisam estar adimplentes até o dia 30 de novembro deste ano. Para votar, é preciso fazer parte do programa de sócio-torcedor há, pelo menos, um ano.

CHAPA 1

Além de Omar, que já ocupa o cargo de vice-presidente geral, a chapa “Azulão, Paixão e Evolução” conta com Walmar Peixoto (vice-presidente), Gilson Romeiro (superintendente administrativo) e Lumário Rodrigues (superintendente de esportes).

“Temos nossa chapa, Azulão, Paixão e Evolução, com o apoio integral do presidente Rafael Tenório, que é o nosso candidato a presidente do Conselho Deliberativo, tendo como vice o doutor Fábio Lima. É uma grande honra estar à frente do grupo que dará continuidade a essa gestão que tanto fez pelo engrandecimento do CSA”.

CHAPA 2

A composição da chapa, denominada “Avante com Transparência”, também foi apresentada como novo modelo de gestão. Brabo falou em modernização e inovação para o clube. O empresário Álvaro Mendonça da Carajás teve seu nome confirmado na chapa como candidato a Presidente de Honra.

O vice-presidente é Robson Rodas; o superintendente administrativo é João Paulo Tavares; superintendente de esportes será Pedrinho Tenório; o diretor de futebol Augusto Farias e o diretor jurídico: Ricardo Omena.

“Dou a minha garantia para a torcida azulina de um CSA grande não apenas nas quatro linhas, mas fora delas também. Vamos trazer inovações, modernidade e avançar. Iremos aproveitar o que deu certo até agora e continuar aprimorando cada vez mais. O CSA será pujante”.

O fortalecimento das categorias de base é um dos pontos principais das promessas de campanha

“Tem uma assessoria que está fazendo toda a parte de planejamento estratégico, buscando e analisando todas as informações relativas ao CSA, a parte de demandas judiciais, parcelamento de débitos existentes, enfim, se inteirando mesmo da situação administrativa do clube, onde vamos ter uma gestão com transparência”, escreveu.

COMISSÃO TÉCNICA

Mozart deve ficar. Mas não está garantido. Só bate o martelo com o novo presidente. Ele encerrou a temporada em alta no CSA. Sob o seu comando, contabilizando as duas passagens em 2021, a equipe atuou em 32 jogos, conquistou 16 vitórias, 11 empates e sofreu 5 derrotas, aproveitamento de 61,45%. Após a Série B, o treinador adiantou que tinha interesse de continuar no clube, e os dirigentes partiram para ação.

“Sentamos com o representante del, recebemos uma proposta, vamos fazer uma contraproposta, porque temos um equilíbrio financeiro no clube, e pretendemos definir e assinar o contrato nesses dias”, disse o atual presidente.

O nome de Mozart é unanimidade entre as duas chapas. Além do técnico, os dois candidatos – Marcelo Brabo e Omar Coelho – já demonstraram interesse de manter uma base do grupo que disputou a Série B, com cerca de 70% dos jogadores.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esporte

Comentários

MAIS NO TH