Esporte

27 de novembro de 2021 19:51

Palmeiras conquista a Taça Libertadores da América pela terceira vez

↑ Time comandado por Abel Ferreira sagra-se campeão da América (Assessoria)

Flamengo e Palmeiras jogaram a final da Libertadores neste sábado (27) e a equipe foi camp pela terceira na competição. Bastante apertada, a partida se resolveu na prorrogação. O time paulista se tornou tricampeão da América, empatando com Grêmio, Santos e São Paulo.

Aos seis minutos do primeiro tempo, o Palmeiras marcou o primeiro gol com Raphael Veiga. A partir daí, os jogadores de Abel Ferreira montaram um forte esquema defensivo e o rubro-negro pouco criou.

No segundo tempo, a equipe de Renato Gaúcho melhorou, mas seguia atrás do placar. Porém, aos 27, Arrascaeta dominou a bola e colocou Gabigol cara a cara com o goleiro. O ídolo do Flamengo colocou no fundo da rede, numa falha do goleiro Weverton. Os palmeirenses ainda reclamaram de um toque de gol do uruguaio, só que o VAR mandou a partida seguir.

O confronto foi para a prorrogação e o Palmeiras marcou um gol aos cinco minutos. Andreas Pereira errou na saída de bola e, sozinho, Deyverson colocou no fundo da rede. Os paulistas ficaram na frente.

Apesar do esforço do Flamengo, o Palmeiras se tornou tricampeão da América, o segundo título consecutivo, e gora representará o continente no Mundial de Clubes.

Agora, o Palmeiras faz parte da seleta lista de clubes brasileiros que conquistaram três vezes a Libertadores, ao lado de Grêmio, Santos e São Paulo. Além da taça na atual temporada, o Verdão foi campeão nas edições de 1999 e 2020.

O jogo – Logo aos quatro minutos, o Palmeiras abriu o placar no Centenário. Gustavo Gómez lançou Mayke na ponta direita, o lateral avançou e colocou com precisão na entrada da área. Veiga chegou batendo de esquerda e superou Diego Alves.

Depois do baque, o Flamengo passou a se lançar ao ataque. Na primeira chegada, Arrascaeta fez boa jogada pela direita e cruzou para Gabigol, que testou para fora. Na sequência, Veiga foi lançado pela esquerda e cruzou para área. Rodrigo Caio desviou de cabeça e quase fez contra.

Veiga voltou a finalizar, dessa vez carregando a bola pela esquerda e chutando cruzado, nas mãos de Diego Alves. A melhor chance do Flamengo veio com Arrascaeta. Bruno Henrique ajeitou de cabeça para o uruguaio, que dominou e finalizou de esquerda, parando em defesa de Weverton.

Segundo tempo

O Flamengo quase empatou no início do segundo tempo. Após escanteio pela direita, Willian Arão desviou de cabeça e a bola passou muito próxima à trave, com Gabigol quase alcançando. O Palmeiras respondeu com Rony, recebendo na intermediária e arriscou de longe. Diego Alves saltou para fazer pela defesa no ângulo esquerdo.

Na sequência, o Rubro-Negro bateu falta da intermediária, David Luiz ficou com ela e tentou tocar por cima de Weverton, porém o goleiro levou a melhor e mandou para escanteio. Depois, Andreas bateu escanteio pela esquerda, e Bruno Henrique ganhou de cabeça dos zagueiros, com a bola raspando a trave esquerda.

Rony tentou de bicicleta após cruzamento da direita, mas a bola foi em cima de Diego Alves. Aos 26 minutos, o Flamengo deixou tudo igual. Arrascaeta encontrou Gabigol pela esquerda, e o camisa 9 finalizou no canto que foi mal protegido por Weverton.

O Rubro-Negro quase virou com Michael, que recebeu belo lançamento de Arrascaeta, invadiu a área e finalizou cruzado, à direita do gol, na última chance de perigo do tempo normal.

Prorrogação

Aos quatro minutos, o Palmeiras voltou a ficar na frente do placar, aproveitando grave erro de Andreas Pereira. O meio-campista se enrolou com a bola, que ficou oferecida para Deyverson. O centroavante avançou, finalizou e levou a melhor sobre Diego Alves, que até tocou na bola, mas não impediu o gol.

O Flamengo respondeu e com Gabigol, que recebeu passe rasteiro de Arrascaeta e chutou de direita por cima do travessão. No segundo tempo, Danilo Barbosa desperdiçou boa chance de dentro da área, finalizando na rede pelo lado de fora. A partir de então, o time carioca não conseguiu superar a sólida e eficiente defesa do Palmeiras. Com o apito final, o Verdão pôde comemorar o tri da Libertadores.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2 x 1 FLAMENGO

Data: 27 de novembro de 2021, sábado
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu-URU
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana-ARG
Assistentes: Juan Belatti-ARG e Gabriel Chade-ARG
VAR: Julio Bascuñan-CHI
Cartões amarelos: Piquerez, Gustavo Gómez, Abel Ferreira, Felipe Melo (Palmeiras); Rodrigo Caio, Gabigol, Arrascaeta (Flamengo)

GOLS:
Palmeiras: Raphael Veiga (4 minutos do 1º tempo) e Deyverson (4 minutos do 1º tempo da prorrogação)
Flamengo: Gabigol (26 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Gabriel Menino), Luan, Gómez e Piquerez (Felipe Melo); Danilo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo Barbosa), Raphael Veiga (Deyverson), Gustavo Scarpa e Dudu (Wesley); Rony.
Técnico: Abel Ferreira

FLAMENGO: Diego Alves, Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luis (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira (Pedro) e Arrascaeta (Vitinho); Everton Ribeiro (Michael), Gabigol e Bruno Henrique (Kenedy).
Técnico:
 Renato Gaúcho

Fonte: Gazeta Esportiva/DCM

Comentários

MAIS NO TH