Esporte

23 de outubro de 2021 13:23

CSA recebe o Operário neste sábado no Rei Pelé

Azulão terá modificações no time titular e pode voltar a sonhar com acesso se bater o adversário paranaense

↑ CSA confia nos gols do atacante Dellatorre para vencer o Operário neste sábado no Estádio Rei Pelé (Foto: Assessoria)

No sábado, às 19h, CSA e Operário-PR jogam pela 31ª rodada, no Estádio Rei Pelé. Quem vencer dá um bom salto na tabela. Enquanto o time marujo é 7ª colocado, com 45 pontos, e ainda sonha com o acesso, o adversário paranaense tem 10 pontos a menos, está na 15ª posição, correndo risco de rebaixamento. Eles não vencem há 11 partidas, com destaque para sete derrotas e 13 gols sofridos.

O técnico Mozart tem o retorno de Lucão, suspenso na derrota para o Goiás. Quem também deve voltar é o goleiro Thiago Rodrigues, poupado da última partida por problemas no ombro direito. A provável dúvida é no setor de meio-campo. Liberado pelo departamento médico, após a torção no joelho direito em Goiânia, o meia-atacante Didira trabalha normalmente com o grupo e pode permanecer entre os titulares. Renato Cajá e Clayton também brigam pela vaga.

Cajá foi o escolhido para substituir Didira quando o meia-atacante se machucou e deixou o campo ainda no primeiro tempo. Já Clayton fez a estreia entrando apenas no segundo tempo, no lugar de Yuri.

A provável escalação do CSA para enfrentar o Operário-PR no Rei Pelé deve ter: Thiago Rodrigues; Cristovam, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Yuri e Gabriel; Didira (Renato Cajá/Clayton), Iury Castilho e Dellatorre.

O CSA tem a terceira melhor campanha nesse recorte do campeonato, com 17 pontos. Perde apenas para o Botafogo, o segundo colocado, no saldo de gols, 8×6. O líder é o Coritiba, com 18 pontos.

O técnico Mozart disse que evita fazer contas. Nas coletivas, destaca que se o time projetar a pontuação lá na frente esquece o próximo adversário. Hoje, o CSA tem 45 pontos.

“E o Operário-PR, no sábado, vai ser outro adversário duro, um time que tá lutando contra o rebaixamento. Temos esta semana para ajustar. É ter equilíbrio nesse momento para buscar a reabilitação em casa. Não está tudo errado quando perde, assim como não está tudo certo quando vence”, comentou o treinador.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esportes

Comentários

MAIS NO TH