Esporte

15 de junho de 2021 08:48

Pressionado, CSA precisa vencer o Guarani no Rei Pelé

Azulão está na zona de rebaixamento da Série B e treinador deve mudar esquema

↑ O CSA foi batido por 1 a 0 na terceira rodada da Série B pelo Vila Nova e vai jogar sob pressão nesta terça (15) contra o Guarani (Foto: Augusto Oliveira / Ascom CSA)

É hora de vencer. Hora de iniciar uma reabilitação na Série B. E a torcida do CSA espera uma nova postura do time nesta terça (15), às 19h, no Estádio Rei Pelé contra o Guarani. Na visão do técnico Bruno Pivetti, a equipe precisa ter mais equilíbrio dentro das quatro linhas para que possa chegar à estabilidade tão almejada. “Ainda temos que melhorar a finalização para concretizar essas oportunidades em gol. Na próxima partida, a gente tem que equilibrar também os dois tempos”, declarou.

O CSA às vezes se precipita na conclusão das jogadas. “Gera sem dúvida mais ansiedade. E a ansiedade atrapalha o bom gesto técnico nesse último momento, que é a finalização em gol. Contamos aqui com grandes jogadores, que sabem superar adversidades. Nós vamos focar muito o preparo na tomada de decisão dos jogadores para que a gente possa qualificar a finalização e reverter isso nos gols que tanto necessitamos nesse campeonato”.

GUARANI

Em busca da segunda vitória como visitante na Série B, o Guarani encara o CSA no Estádio Rei Pelé e a ordem do técnico Daniel Paulista é repetir ou aproximar o nível de atuação obtido diante do Operário-PR, quando levou a melhor por 5×2. Para obter os três pontos, o comandante vai precisar quebrar a cabeça. Sem Andrigo, lesionado, ele também não poderá contar com Thales e Júlio Cesar, suspensos.

Com isso, o time terá algumas mudanças em relação a formação que o torcedor se acostumou e o provável time será: Gabriel Mesquita, Pablo (Diogo Mateus), Bruno Silva (Titi), Carlão e Bidu; Índio (Bruno Silva) e Rodrigo Andrade; Bruno Sávio, Régis e Davó (Renanzinho); Lucão do Break (Davó).

REFORÇO

O 4 de Julho registrou mais uma baixa em seu elenco. O atacante Dudu Beberibe, de 28 anos, recebeu uma proposta do CSA, clube que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro, e se despede do clube de Piripiri. A diretoria do Colorado confirmou a transferência e garantiu que a rescisão com o atleta ocorreu de forma amigável. O jogador deve desembarcar nos próximos dias em Maceió.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários