Esporte

11 de junho de 2021 17:27

Médico admite tratamento com medicações para surto no Treze e jogador fala em kit Covid

Lúcio César falou com a TV13 sobre os 12 jogadores que testaram positivo e que estão em isolamento; atleta revelou que tratamento incluiu remédios sem eficácia para a doença

↑ Médico do Galo falou sobre a situação dos atletas em recuperação com Covid-19 (Foto: Reprodução / TV13 Oficial)

Depois do Treze confirmar a internação do goleiro Leandro Santos, diagnosticado com Covid-19, o médico do clube se pronunciou através de um vídeo divulgado pela assessoria de imprensa do Alvinegro. Dr. Lúcio César falou sobre a situação de todos os atletas que seguem em recuperação, e afirmou que eles estão orientados a fazer o uso de medicações que compõem o protocolo médico utilizado em Campina Grande. De acordo com um atleta, todos receberam o conhecido “kit-covid”, composto por medicamentos que não tem eficácia no tratamento da doença.

O médico informou que todos os atletas seguem em isolamento e estão sendo assistidos pelo clube. Também citou que as medicações que os jogadores estão utilizando fazem parte do protocolo médico do município de Campina Grande.

— Em relação à medicação, nós seguimos um protocolo que é praticamente unanimidade aqui no município, um protocolo individualizado, de paciente para paciente, onde a gente administra antibióticos e as outras medicações de consenso médico – disse Dr. Lúcio César.

Os nomes das medicações não foram citados pelo representante do clube, mas de acordo com um dos atletas que está com diagnóstico de Covid-19, e que preferiu não se identificar, foi repassado para todos um kit com Ivermectina, Azitromicina e Prednisona, que de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com a comunidade científica, não possuem eficácia no tratamento da doença. O atleta também disse que em nenhum momento foi procurado por alguém do clube, para saber sobre seu estado de saúde.

Dos 12 atletas e dois membros da comissão técnica que foram diagnosticados com o coronavírus, o quadro que mais se agravou foi o do goleiro Leandro Santos, que foi internado na noite da última terça-feira no Hospital Pedro I, em Campina Grande, com comprometimento dos pulmões entre 25% e 50%. De acordo com a assessoria do hospital, Leandro está evoluindo bem. O atleta está em um leito de enfermaria e ainda não tem previsão de receber alta hospitalar.

Nova testagem

Nessa quinta-feira, uma nova rodada de testes de Covid-19 foi realizada no estádio Presidente Vargas, com atletas e membros da comissão técnica. Ficaram de fora os 12 jogadores e os dois membros da comissão que seguem isolados e em recuperação da doença, detectada na semana passada. Na testagem exigida pela CBF, para a realização da partida do próximo sábado, contra o Atlético-CE, todos os resultados deram negativo.

Fonte: Globo Esporte

Comentários