Esporte

2 de março de 2021 10:19

Mozart não deve mexer na escalação do CSA

Azulão finaliza nesta terça-feira (2) os treinamentos para o confronto de quarta-feira (3) no Estádio Rei Pelé diante do CEO pelo Alagoano

↑ CSA empatou com o Treze no Rei Pelé e volta na quarta-feira ao estádio para encarar o CEO pelo Alagoano (Foto: Ascom CSA)

A busca é pelo entrosamento. Ontem à tarde o grupo se reapresentou, e hoje faz trabalho em dois períodos no CT do Nelsão. O CSA vive um momento positivo na temporada e o técnico Mozart deve manter a formação diante do CEO, às 20h, no estádio Rei Pelé com Thiago Rodrigues; Norberto, Filemon, Lucão e Fabrício; Geovane, Silas e Nadson; Gabriel, Rodrigo Pimpão e Dellatorre.

A estreia do Azulão na temporada foi com empate de 0x0 com Murici (time Sub-20) e depois goleada por 4×1 no Jaciobá. No Nordestão o time ficou com a bola, mas criou muito pouco e amargou um empate por 1×1 com o Treze-PB.

“Eu acredito que o nosso desempenho pode melhorar. Como não fizemos nenhum jogo treino, por opção, já que escolhi treinar, eu fiquei satisfeito com o jogo contra o Jaciobá. A Copa do Nordeste é uma competição importante. Nosso objetivo foi começar bem o torneio. Tivemos um deslize e agora vamos recuperar esses pontos fora de casa”, justificou Mozart.

O grupo está ganhando mais força com a regularização dos reforços. Até quarta-feira o treinador espera ter mais nomes à disposição. Na segunda-feira (1) foram regularizados o atacante Iury Castilho e o lateral direito Cristovam. O jogo da Copa do Nordeste foi um bom parâmetro. Ele analisou a partida e disse como a equipe se comportou nos dois tempos do jogo.

“No primeiro tempo, nós tivemos o controle, mas não criamos situações até pela proposta de jogo deles. Nós tínhamos que atacar contra 10 jogadores o tempo todo, em algumas situações eles estavam um pouco mais desorganizados e nós chegamos com um pouquinho mais de clareza, mas não conseguimos concluir a gol. No segundo tempo, nós iniciamos melhor, onde criamos algumas situações, fizemos uma boa jogada com o Norberto, a jogada do gol foi muito bem trabalhada… Criamos situações naquele momento jogo, mas, infelizmente, não fizemos o segundo gol. E daí, 1 a 0, o jogo fica aberto. Eles se lançaram pra frente e num bate rebate, não conseguimos defender”.

No setor ofensivo destaque para Dellatorre. O camisa 9 recebeu a difícil missão de substituir Paulo Sérgio, que marcou 10 gols na Série B de 2020 e se transferiu para a Ponte Preta. Dellatorre vem formando o ataque do CSA ao lado de Rodrigo Pimpão e Gabriel, e já marcou dois gols em dois jogos.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esportes

Comentários

MAIS NO TH