Esporte

25 de setembro de 2020 10:29

Motivado, CRB encara o Botafogo-SP

Técnico Marcelo Cabo ganha opções para escalação dos titulares e quer chegar mais perto do G-4 do Brasileiro da Série B

↑ Léo Gamalho é a principal esperança de gols do torcedor do CRB no jogo desta sexta-feira com o Botafogo-SP (Foto: Gustavo Henrique / Ascom CRB)

Esta sexta-feira (25) é dia de Galo. O CRB está em Ribeirão Preto, onde encara o Botafogo-SP, pela 11ª rodada do Brasileiro. O jogo começa às 19h15, no Estádio Santa Cruz. O técnico Marcelo Cabo tem reforços que não puderam atuar na Copa do Brasil. A formação regatiana deve ter Victor Souza; Reginaldo, Gum, Reginaldo Júnior e Igor; Claudinei, Moacir e Diego Torres; Magno Cruz (Iago Dias), Luidy e Léo Gamalho.

Segundo levantamento do GE Alagoas, levando em consideração o histórico do confronto, o CRB tem vantagem para a partida dessa sexta contra o Botafogo-SP. Ao todo, são seis jogos entre as duas equipes. O Galo venceu 3 delas, o Pantera ganhou uma e tiveram 2 empates.

“Tem que virar a chave, não pode mais ficar lamentando essa triste eliminação. Temos que pensar numa vitória contra o Botafogo-SP, que será muito importante para nossa sequência no Campeonato Brasileiro. Infelizmente, a nossa sequência na Copa do Brasil ficou hoje nesse jogo do Juventude, mas temos um planejamento para o acesso e buscar essa vitória sexta-feira será muito importante”, disse Cabo.

A campanha do CRB no Brasileiro é mediana, mas poderia ser melhor. Hoje, o Galo ocupa a 10ª posição, a quatro pontos do G-4. O time regatiano poderia estar mais perto dos quatro primeiros se não tivesse desperdiçado pontos importantes dentro de casa.

Contra o Vitória, o CRB vencia por 2 a 0 e cedeu o empate nos acréscimos. Foram dois pontos desperdiçados em cinco minutos. Já contra o Sampaio Corrêa, o favoritismo do Galo era grande. A equipe maranhense não tinha vencido ninguém e tinha apenas um gol marcado na Série B. Saiu de Maceió com um empate. Com esses dois resultados, o Galo somou apenas dois pontos, num total de seis disputados.

Caso tivesse conquistado os quatro pontos desperdiçados, o CRB estaria com 17 pontos, colado no América-MG, o quarto colocado, também com 17.

POLÊMICA

O técnico do Botafogo-SP, Claudinei Oliveira, pediu o uso do VAR nas partidas do Campeonato Brasileiro da Série B para dar ao torneio a “importância que tem”. O treinador, que tem a postura de não reclamar da arbitragem, disse que a medida é importante para evitar erros que têm acontecido.

Na derrota por 1×0 para o Brasil de Pelotas, no último dia 21, houve um lance duvidoso de pênalti em um ataque de Ronald. O comandante do Pantera disse que o time gaúcho teve méritos pela vitória, mas que a presença do VAR iria valorizar a competição que dá acesso à elite do futebol brasileiro. Com a derrota em casa, o Botafogo estacionou na 16ª colocação, com oito pontos, mesma pontuação do Guarani, que abre a zona de rebaixamento. O time também completou seis jogos sem vencer na Série B do Brasileiro.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários