Esporte

13 de setembro de 2020 20:16

Atlético-MG vence Red Bull Bragantino no Mineirão e se aproxima da liderança

Réver e Savarino fizeram para o Galo e Alerrandro para o time paulista

↑ Galo ganha posições com tropeço de rivais (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG)

Neste domingo, Atlético-MG e Red Bull Bragantino se enfrentaram no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem Jorge Sampaoli, suspenso, os donos da casa venceram pelo placar de 2 a 1, com gols de Réver e Savarino. Alerrando marcou para os visitantes.

Com o resultado, o Galo chega a 18 pontos conquistados em nove partidas disputadas e segue no pelotão de cima da tabela, entre os quatro primeiros colocados. O Massa Bruta, por sua vez, fica com sete pontos e assume a lanterna da competição nacional.

Pela próxima rodada, as duas equipes entram em campo no sábado (19). Às 19h (de Brasília), o Red Bull Bragantino recebe o Ceará no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Um pouco mais tarde, às 21h, o Atlético-MG visita o Atlético-GO no Estádio Olímpico, em Goiânia.

O jogo

O primeiro tempo do confronto foi equilibrado nos minutos iniciais. Jogando em casa, o Atlético-MG demorou a se encontrar no jogo, mas a partir dos 20 minutos passou a criar as melhores oportunidades de gol.

O Galo conseguiu tirar o zero do marcador aos 28 minutos. Em cobrança de escanteio, Guilherme Arana fez o cruzamento na segunda trave e encontrou Réver. O zagueiro subiu mais que a defesa do Red Bull Bragantino e cabeceou firme para deixar os mineiros em vantagem.

Aos 37 minutos, o Massa Bruta teve boa chance de empatar em chute de Claudinho, mas o estreante Everson fez grande defesa. Pouco depois, Maílton encheu o pé e viu Júlio César evitar o segundo gol alvinegro. Com isso, o 1 a 0 persistiu até a saída das equipes para o intervalo.

A segunda etapa já começou emocionante. Logo aos três minutos, Artur dominou na direita e cruzou para Lucas Evangelista, que finalizou no travessão. A bola bateu em Everson e sobrou para Alerrandro. O atacante só teve o trabalho de empurrar para as redes e deixar tudo igual.

Com o empate, o auxiliar Jorge Desio resolveu mudar o time, colocando Keno no lugar de Maílton. E a alteração rapidamente surtiu efeito, já que o camisa 11 foi derrubado dentro da área aos 16 minutos, e o árbitro marcou a penalidade máxima para os donos da casa.

No entanto, Eduardo Sasha desperdiçou a cobrança, parando em defesa de Júlio César. No minuto seguinte, o centroavante atleticano até conseguiu balançar as redes em rebote de chute de Alan Franco, mas a arbitragem assinalou o impedimento e invalidou o lance.

Aos 41 minutos, porém, Savarino salvou o Atlético. Keno fez o cruzamento da esquerda, a bola atravessou a área e encontrou o atacante livre do outro lado. O camisa 70 chutou e viu Júlio César defender já dentro do gol, garantindo a vitória do time mineiro.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 1 RED BULL BRAGANTINO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 13 de setembro de 2020, domingo
Horário: 18h00 (de Brasília)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Alex dos Santos e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
VAR: Sandoval Franco Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Guilherme Arana (Atlético-MG); Edimar (RB Bragantino)
Gols: Réver, aos 28 minutos do primeiro tempo; Savarino, aos 41 minutos do segundo tempo (Atlético-MG); Alerrandro, aos 3 minutos do segundo tempo (RB Bragantino)

ATLÉTICO-MG: Everson; Igor Rabello, Réver e Junior Alonso; Guga, Maílton (Keno), Allan, Alan Franco (Nathan) e Guilherme Arana; Savarino e Eduardo Sasha (Hyoran).
Técnico: Jorge Desio

RED BULL BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan (Barreto), Léo Ortiz, Realpe, Edimar; Ryller, Raul e Lucas Evangelista; Artur (Hurtado), Alerrandro (Robinho) e Claudinho.
Técnico: Maurício Barbieri.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários