Esporte

27 de junho de 2020 16:34

Coruripe paga última parcela de rescisões e doa cestas básicas a atletas residentes em AL

Prefeito de Coruripe foi decisivo para que clube continue cumprindo compromissos financeiros

↑ Entrega de cestas básicas (Foto: Herilúcio Ferreira / AA Coruripe)

A crise do novo coronavírus que tem afetado diversos setores da economia no Brasil e no mundo impacta diretamente nos empregos, gerando demissões em massa em vários segmentos. No futebol isso não está sendo diferente. Com os campeonatos suspensos a maioria dos clubes têm dificuldades para manter contratos e pequenas agremiações como o Coruripe não está sendo diferente.

O Hulk Praiano precisou se desfazer de todos os seus jogadores, comissão técnica e quadro de apoio. Sem as partidas de futebol para divulgar a marca dos patrocinadores, sem renda nem cota de transmissão o clube não pode pagar de forma integral nem a folha nem os contratos rescindidos. Para pagar o mês e meio trabalhado e a primeira parte das rescisões, à direção recorreu do saldo de caixa e da ajuda financeira da CBF para clubes com vaga na Série D 2020.

Para cumprir com a segunda e última parte com os jogadores residentes em Alagoas o superintendente Franciney Joaquim e o supervisor Herilúcio Ferreira viajaram de norte a sul, nesta sexta-feira 26, realizando o pagamento e doando uma cesta básica para cada atleta. A segunda meta é pagar o restante dos compromissos com os atletas residentes em outros estados até o dia 20 de julho.

Apoio

Para o superintende Franciney Joaquim a compreensão do prefeito da cidade Joaquim Beltrão, que vem honrando com o pagamento do convênio com o clube, do Grupo Coringa que mantêm o patrocínio e ainda doou produtos para cesta básica, os compromissos não teriam sido cumpridos.

O retorno

Para voltar à competição estadual e iniciar o Campeonato Brasileiro da Série D o clube precisará começar do zero, mas não sem antes planejar inicialmente as finanças e fazer um estudo de viabilidade para não amargar outro prejuízo até o final do corrente ano.

Fonte: Ascom / AA Coruripe

Comentários

MAIS NO TH