Esporte

21 de março de 2020 14:13

Cartilha do futebol: o que os clubes querem dos atletas?

Tribuna Independente conversou com os preparadores físicos de CSA e CRB sobre cuidados durante momento de isolamento

↑ Léo Cupertino no CRB e Caio Gilli no CSA fizeram orientações para os jogadores de seus clubes (Foto: Assessorias CRB e CSA)

As atividades do futebol profissional estão suspensas no Brasil inteiro. Os jogadores dos clubes seguirão uma rotina de exercícios em casa. Além da manutenção da forma física, todos os atletas e membros do departamento de futebol receberam uma lista de orientações para prevenção ao coronavírus.

Isso ocorreu nos clubes do eixo Sul-Sudeste e também em Alagoas. Tanto CSA como CRB estão nesse ritmo de resguardo e cuidados. A principal recomendação é clara: ficar em casa e evitar contato direto com pessoas na rua. Uma cartilha com todas as orientações de prevenção, foi passada ao grupo. O teor do comunicado prevê as mesmas orientações passadas pelo Ministério da Saúde.

A reportagem da Tribuna Independente falou com os dois preparadores físicos (CSA e CRB), Ambos entendem o momento delicado do mundo, e esperam que seus atletas cumpram o que foi determinado. “Passamos exercícios para todos fazerem em casa ou em alguns local em seus prédios. É importante que essa ação não cause risco. Destacar também o controle de alimentação com baixo teor calórico”, disse o preparador regatiano Léo Cupertino acrescentando. “Me disponibilizei a estar com eles individualmente caso necessário para orientação de treinamento específico, pois temos atletas novos chegando ao clube e a necessidade de ir colocando todos no ritmo do nosso trabalho”.

Do lado azul, Caio Gilli disse que foram elaboradas duas situações. Uma para quem tem possibilidade de atuar na academia do seu prédio, e outra para quem fica dentro de casa ou apartamento.

“Treinar a questão física sem a bola fica difícil. Estamos em uma cidade litorânea e passamos algumas situações de trabalho de força na areia. Para acompanhamento, distribuímos GPS para os jogadores, assim no final saberemos quais foram os índices de cada um”, explicou.

 

Fonte: Júnior de Melo / Editor de esportes

Comentários

MAIS NO TH