Esporte

27 de fevereiro de 2020 09:10

Vitória recebe o CRB hoje no Barradão

Leão baiano vive bom momento na Copa do Nordeste e o Galo está embalado pela sequência de oito jogos sem derrotas

↑ Foto: CRB/Fernando Torres

Embalado pela invencibilidade de oito jogos, o CRB entra em campo hoje às 20h, para encarar o Vitória no Barradão em Salvador-BA, em partida válida pela Copa do Nordeste. Para o duelo contra os baianos, o técnico Marcelo Cabo deve manter a base da equipe que vem jogando. A única baixa será o atacante Erik, expulso contra o América-RN. Bruno Lopes, Maurinho  e até Léo Príncipe disputam a vaga.

Poupado na vitória contra o Jaciobá, o meia Rafael Longuine pode voltar ao time. A provável formação tem Edson Mardden; Lucas Mendes, Thalisson Kelven, Xandão e Igor; Claudinei, Carlos Jatobá e Rafael Longuine; Luidy, Bruno Lopes (Maurinho/Léo) e Léo Gamalho.

Para o goleiro Edson Mardden, o foco do grupo é bater o Leão fora de casa. “Vamos enfrentar uma equipe que dentro de casa sempre faz grandes jogos. Temos que fazer uma partida perfeita, sem erros, para sairmos com a vitória como visitantes. Esse é um jogo muito importante para todos aqui”.

“É claro que é muito desgastante quando enfrentamos períodos em que temos jogos no meio e no fim de semana, mas faz parte. É assim para todos os times, não só pro CRB. Também existe o lado positivo dessa sequência, que é manter o ritmo de jogo, melhorar o entrosamento da equipe e, principalmente, quando se conquista bons resultados”, disse o lateral Igor.

REFORÇOS

O atacante Magno Cruz já está com a proposta do CRB nas mãos. Falta apenas assinar. Ele deve ser o próximo reforço regatiano. Quem está trabalhando no CT Presidente Marcos Barbosa na Barra de São Miguel, é o atacante Matheus Paquetá, de 24 anos, que é irmão do também atacante Lucas Paquetá, ex-Flamengo e hoje no Milan. O zagueiro Gum deve estrear com a camisa do CRB nas próximas semanas.

O departamento físico regatiano está intensificando os trabalhos com o atleta. Ele está se recuperando de uma fratura no pé direito. Sofreu esta lesão em outubro de 2019, quando jogava ainda pela Chapecoense, mas precisa de tempo para chegar ao nível físico do restante do elenco.

Fonte: Tribuna Indeoendente / Editoria de Esporte

Comentários

MAIS NO TH