Esporte

19 de fevereiro de 2020 09:29

CSA tenta reabilitação contra o Bahia

Azulão joga as últimas fichas de chances de classificação na Copa do Nordeste e espera grande público no Estádio Rei Pelé

↑ Foto: Francisco Cedrim/RCortez/CSA

Uma vitória para mudar todo ambiente. A situação na Copa do Nordeste é crítica, mas o CSA sabe que um sucesso hoje às 19h30 contra o Bahia pode melhorar a motivação do elenco. O técnico Eduardo Baptista ainda não venceu. Vai para seu terceiro jogo no comando do Azulão. “Sei que estamos evoluindo. Sei que poderemos mostrar algo a mais neste jogo de quarta-feira”, disse o treinador.

A direção manteve o preço dos ingressos: R$ 20 arquibancada alta e R$ 50 para as cadeiras.

O setor de arquibancada baixa não será aberto. Sem vencer na Copa do Nordeste, o CSA ocupa a última colocação do Grupo B, com apenas um ponto. O ataque azulino marcou dois gols em quatro rodadas. A defesa sofreu seis: saldo negativo de quatro. O aproveitamento do time é de 8,3%.

A contratação de jogadores para reforçar o elenco ainda é tema. Chegou o volante Márcio Araújo e devem chegar mais 3 reforços.

“Quanto a pedir jogadores, toda troca de campeonato gera. Não posso chegar aqui e dar uma lista. Tudo tem sido observado em treinamento. Nós mudamos a equipe, em vários pontos deu o resultado esperado.

O Geovane fez uma partida melhor, o Jean tem se encontrado, nós temos trabalhado e observado. No momento certo, vamos passar para a diretoria. Contratação é natural. Mas tem que fazer com muita calma para, de repente, não estragar todo um ano”.

A formação azulina ainda é mistério. Os meias Renatinho e Nadson se recuperam de lesão, mas Renato ainda tem chance de jogar.

Vai fazer um teste também. Existe ainda possibilidade de o atacante Rafael Bilu entrar no lugar do volante Geovane e Pimpão ser recuado para criar as jogadas.

Uma provável formação do CSA tem: Thiago Rodrigues; Diego Renan, Leandro Souza, Willian Rocha (Castán) e Rafinha; Richard Franco, Jean Cléber (Yago) e Pimpão; Renatinho (Rafael Bilu), Allano e Diego Maurício.

BAHIA

A semana tricolor está agitada. No início as atenções estavam voltadas para o anúncio de Rodriguinho, novo camisa 10 do Bahia. Em campo, porém, foram dias de muito trabalho. Enquanto o meia fez avaliações médicas e físicas, o elenco tricolor realizou um trabalho intenso, focado na posse de bola, comandado por Roger Machado. Em seguida, o treinador testou a provável equipe titular que vai enfrentar o CSA. Marco Antônio fez tratamento para a lesão no pé, enquanto Giovanni, recuperado de uma lesão no tendão de Aquiles, trabalhou na sala de musculação. O Esquadrão ocupa o 3º lugar no Grupo A com 5 pontos, enquanto o Azulão ainda não venceu e aparece na lanterna do Grupo B com 1 ponto. O trio de arbitragem está definido pela CBF.

A partida será comandada pelo árbitro Tarcísio Flores da Silva, do Rio Grande do Nordeste. Os auxiliares serão Jean Marcio dos Santos e Reinaldo de Souza Moura. Será a estreia de Tarcísio na Copa do Nordeste.

Ele, entre 2018 e 2019, apitou apenas partidas da Série D e uma rodada da competição regional.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esporte

Comentários

MAIS NO TH