Esporte

25 de outubro de 2019 09:11

CRB espera recuperação de atletas lesionados para jogo com o Oeste

Até lá, o técnico Marcelo Cabo e a comissão regatiana terão tempo para recuperar todos

↑ Zagueiro Victor Ramos está no departamento médico e espera se recuperar para encarar o Oeste em SP (Foto: Ascom/CRB)

Victor Ramos, Willians Santana, Fernando Henrique e Lucas Abreu. Jogadores que eram considerados titulares do CRB estão no departamento médico. Sorte do Galo que o próximo jogo só acontecerá dia 2 de novembro, contra o Oeste-SP, no interior paulista. Até lá, o técnico Marcelo Cabo e a comissão regatiana terão tempo para recuperar todos. Os goleiros Vinícius e Edson Mardden estão em fase mais adiantada. O volante Ferrugem não atua mais nesse ano.

Willians Santana, destaque na Série B do ano passado com a camisa do Galo, voltou para o clube no meio da parada da Copa América. O jogador, que reestreou na 9ª rodada, na partida contra o Guarani, tem apenas um gol na Segundona, mas, sempre que joga, é muito importante para o sistema ofensivo do CRB. Um problema que atrapalha a boa sequência de jogos do atacante é o histórico de lesões. Após a partida contra o Atlético Goianiense, Santana sentiu uma lesão na coxa direita, que o deixou longe dos gramados por 10 rodadas. Na 26ª rodada, contra o América-MG, ele voltou a atuar e entrou no decorrer das outras duas rodadas seguintes. Mas a lesão voltou a incomodar e Willians ficou fora dos últimos dois jogos.

“Tive uma recuperação muito boa e até rápida. Agradeço ao departamento médico e físico por isso. Tenho evoluído muito nos últimos dias e já estou praticamente 100%. Vou lutar muito para fazer uma grande reta final de campeonato para conquistar o acesso para a primeira divisão com o CRB neste ano”, afirmou Santana.

Lucas Abreu desfalca o time desde a 26ª rodada. Ele foi substituído aos 12 minutos do segundo tempo e, desse jogo para cá, esteve se recuperando de um estiramento no colateral medial. O volante é um dos jogadores do elenco que mais recebem cartões: só na Série B foram 9 cartões amarelos e um vermelho.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários