Esporte

18 de outubro de 2019 09:06

CRB encara o Criciúma para se aproximar do G4

Galo tem desfalques na zaga e no ataque; Marcelo Cabo deve mudar titulares

↑ CRB venceu o Criciúma no primeiro turno por 2x0 no Rei Pelé (Foto: Pei fon/cortesia)

É hora de mostrar porque o CRB é o melhor visitante da Série B. O Galo encara o Criciúma nesta sexta-feira (18), às 19h15, no estádio Heriberto Hulse, com o propósito único de vencer. Se ainda sonha em brigar pelo acesso, é preciso fazer os três pontos e buscar diminuir a distância para o G4, que está em seis pontos. Será o primeiro jogo de Marcelo Cabo longe de Maceió. Na estreia ele empatou.

Agora quer mostrar para quê foi contratado.

O Galo já está há seis rodadas sem vencer e o objetivo do G4 que estava absolutamente palpável já acumula dúvida. Com isso, jogadores experientes e que sabem como funciona o mundo do futebol à exemplo do meio-campista Élton Arábia entendem que o plantel precisa se apegar em detalhes, por vezes, mais místicos do que concretos para reencontrar o caminho das vitórias.

No caso do Regatiano, a ideia é suprir a falta de possibilidade de trabalhos mais detalhados com o recém-chegado treinador através de conversas e a capacidade que o time já mostrou de vencer jogos como visitante.

“O Marcelo teve pouco tempo para trabalhar, e com essa viagem em cima da hora, não tem muito o que fazer. Temos um bom retrospecto fora de casa e vamos para Criciúma em busca dos três pontos. O objetivo continua o mesmo. Ainda tem muita coisa para rolar. São 27 pontos para disputar e temos tudo para subir. Estamos só a seis pontos do G4, nós continuamos brigando”, disse.

Com a lesão de Vinícius, Andrey foi contratado perto do fim do período de inscrições para a Série B. Era para ser reserva de Fernando Henrique, mas logo virou titular. Contou com a lesão do companheiro de posição na partida contra o Guarani. Iago foi uma das principais contratações, mas não correspondeu. Nesta sexta, pode ser que volte a ter chance após Willian Barbio e Hugo Sanches não irem bem. Assim como Israel, Marcos Serrato também demorou a estrear. Esperou um mês e dez dias para jogar, foi titular diante do Operário e não rendeu. Edson Cariús jogou seis partidas, todas saindo da reserva e tem um gol. Deve ter chance contra o Criciúma, com a sequência de jogos de Léo Ceará sem marcar.

Sem o zagueiro Victor Ramos, suspenso pelo terceiro amarelo, e Willians Santana, que segue o tratamento na coxa direita, Cabo relacionou 21 jogadores para esta partida.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH