Esporte

17 de outubro de 2019 08:32

Cabo ajusta o CRB com desfalques na zaga e no ataque

Time regatiano faz último treinamento nesta quinta-feira (17) em Criciúma e espera conquistar três pontos contra o Tigre

↑ CRB faz treinamento em Criciúma e técnico Marcelo Cabo pode fazer alterações na escalação (Foto: Ascom/CRB)

Desde esta quarta-feira (16) a delegação do CRB está em Criciúma. Todo esforço está sendo feito para que os jogadores tenham um descanso razoável para encarar o Tigre Catarinense nesta sexta-feira (18), às 19h15, no Estádio Heriberto Hulse. A distância para o G4 da Série B aumentou, agora são seis pontos.

Nesta quinta (17), o técnico Marcelo cabo faz um treinamento em Criciúma. Lá ele vai buscar soluções e ajustes para tentar os três e manter a boa campanha do regatas fora de casa. O time soma 14 jogos com 7 vitorias e 5 derrotas longe de Maceió. Sem o zagueiro Victor Ramos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, técnico relacionou 21 jogadores. Os goleiros Andrey e Cris; os laterais Daniel Borges, Israel, Igor e Bryan; os zagueiros Wellington Carvalho, Éwerton Páscoa, Edson Henrique; os volantes Claudinei, Lucas Siqueira, Serrato e Wesley Dias; os meias Elton e Hugo Sanches; além dos atacantes Léo Ceará, Édson Cariús,  Alisson Farias, Willie, Iago  e William Barbio.

Os jogadores Fernando Henrique, Lucas Abreu e Willians Santana continuam em tratamento no departamento médico do clube.

“Precisamos de ajustes, dentro do que tenho de ideia para o time, mas não temos tempo. Vamos já jogar na sexta, depois de 72 horas [três dias]. Não vamos poder recuperar os jogadores, depois temos uma pausa um pouco maior até o Botafogo-SP e depois vamos ter dez dias. Com isso, vamos poder implementar aquilo que temos como conceito. O que me deixa satisfeito é a entrega dos jogadores”, explicou Cabo.

A escalação é mistério. Em sua estreia diante do Operário, Cabo colocou Marcos Serrato como titular. Foi a estreia do meia com a camisa do CRB e acabou substituído no intervalo. Produziu pouco, e Élton foi o escolhido para começar o segundo tempo.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH