Esporte

13 de outubro de 2019 19:05

Três gols são anulados e Internacional e Santos ficam no zero no Beira-Rio

Peixe caiu para a terceira posição e o colorado está em sexto lugar na Série A

↑ Internacional e Santos ficam no 0x0 (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

A rede balançou três vezes na tarde deste domingo, no Beira-Rio, mas em todas as oportunidades o impedimento foi marcado. Desta forma, Internacional e Santos não saíram do 0 a 0, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e perderam a chance de perseguirem seus objetivos na competição.

O Peixe permanece na terceira colocação, com 48 pontos, atrás do Palmeiras, que venceu o Botafogo na noite de sábado e retomou a segunda posição. Já o Colorado, no primeiro jogo sem Odair Hellmann, é o sexto, com 39 pontos, e pode ser ultrapassado pelo rival Grêmio nesta rodada.

O jogo foi bastante movimentado, mas as chances reais de gol no primeiro tempo foram bem poucas, com Tailson, do Santos, sendo o melhor em campo. Na segunda etapa, o Colorado melhorou ofensivamente e chegou com mais perigo, mas o placar não foi alterado – no total, foram três gols anulados, um do Peixe e dois do Inter, por impedimento.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Avaí, na Ressacada, na quinta-feira, dia 17, às 19h15, enquanto o Santos recebe o Ceará, no mesmo dia e na mesma hora, na Vila Belmiro. Para essa partida, o Peixe não poderá contar com Marinho e Uribe, que levaram o terceiro cartão amarelo e cumprirão suspensão.

O jogo

O árbitro de vídeo começou trabalhando cedo, aos dois minutos de partida. Eduardo Sasha cruzou para o gol e Tailson completou, mas o atacante de 20 anos estava levemente adiantado e o impedimento foi marcado corretamente, apenas com o VAR confirmando a marcação. Passado o susto inicial, o Colorado conseguiu colocar a bola no chão, criando oportunidades com Guilherme Parede e Nico, mas sem perigo para o gol de Everson.

Mesmo com as investidas dos donos da casa, o Peixe mantinha-se melhor. Aos 16 minutos, Tailson apareceu novamente pela esquerda, finalizou e Lomba se esticou para realizar a defesa. No rebote, Marinho mandou para fora. O Inter respondeu à altura com lance pela direita com Nico Lopez, que driblou Luan Peres e passou para Heitor, que chutou à direita do gol.

Já partindo para o fim, o Santos teve as melhores oportunidades, primeiro com Jorge e depois com Sasha, mas o Colorado pressionou buscando o gol ainda no primeiro tempo, sem ser efetivo.

Repetindo o enredo da etapa inicial, o placar foi aberto aos três minutos, mas dessa vez pelo outro lado, quando Patrick chutou para o gol de Everson, que falhou e deixou a bola entrar. No entanto, o impedimento no início da jogada foi marcado e, portanto, tento anulado. Aos oito, chegou a resposta do Santos em bola levantada de falta por Tailson para Lucas Veríssimo, que cabeceou para fora.

Em jogo movimentado, Guilherme Parede recebeu lançamento longo de Edenílson e deu bonito toque na saída de Everson, para abrir o marcador no Beira-Rio, mas novamente foi marcado impedimento. Do lado de fora do gramado, os dois técnicos levaram amarelo por desentendimento quando o relógio marcava 13 minutos. Aos 25, Everson fez bela defesa em chute de fora da área de Cuesta.

Partindo para o fim do duelo, o Colorado seguiu pressionando. Nico López chegou, assim como Parede e Neílton, que chutou colocado e viu a bola ir para fora. Mesmo com as investidas, o placar permaneceu inalterado em 0 a 0.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 0 x 0 SANTOS

Data: 13 de outubro de 2019 (domingo)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Luiz Claudio Regazone (ambos do RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público total: 13.572 pessoas
Renda: R$ 522.030,00
Cartões amarelos: Victor Cuesta e D’Alessandro (Internacional); Marinho e Uribe (Santos

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Heitor, Roberto, Victor Cuesta e Zeca; Rodrigo Lindoso (Bruno Silva), Edenilson e Patrick (Neilton); Nico López (W. Silva), D’Alessandro e Guilherme Parede
Técnico: Ricardo Colbachini

SANTOS: Everson, Victor Ferraz (Jean Mota), Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Luan Peres; Diego Pituca, Evandro e Jorge; Marinho (Uribe), Tailson (Alison) e Eduardo Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH