Esporte

1 de setembro de 2019 18:09

Participação do Brasil no Parapan de Lima é encerrada com 308 medalhas

Brasileiros lideraram o quadro de medalhas em 11 das 17 modalidades disputadas no Parapan

↑ Evelyn Oliveira e Roberto Ferreira, representantes da bocha do Brasil (Foto: Daniel Zappe / CPB)

Foi um momento histórico para o esporte brasileiro. A equipe que disputou os Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, conseguiu a maior campanha da história do país. Após o último dia do evento, neste domingo, o time verde-amarelo alcançou 308 medalhas conquistadas, sendo 124 ouros.

O Brasil encerrou a participação com conquistas no parabadminton, ciclismo de estrada e bocha. A última medalha brasileira foi comemorada por Lauro Chaman. O paulista faturou o ouro na prova de resistência no ciclismo de estrada

“Foi uma competição desafiadora e, certamente os Jogos Parapan-Americanos mais difíceis que o Brasil já disputou. Foi uma campanha memorável do Brasil. Nossos atletas lograram mais êxitos do que nós prevíamos ou imaginávamos”, comentou Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Os brasileiros lideraram o quadro de medalhas em 11 das 17 modalidades disputadas no Parapan: atletismo, natação, bocha, halterofilismo, tênis de mesa, judô, badminton, taekwondo, goalball, além dos coletivos futebol de cinco (para cegos) e futebol de sete (paralisados cerebrais).

Os maiores destaques individuais foram para o nadador Daniel Dias, que chegou a 33 ouros na história no Parapan, sendo seis nesta edição de Lima. Outro nadador, Phelipe Rodrigues, foi o brasileiro com mais conquistas em 2019, com sete ouros e um bronze.

O cearense Maciel Santos, da bocha, será o porta-bandeira do encerramento neste domingo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH