Esporte

14 de agosto de 2019 08:54

CSA não pensa em trocar treinador

Argel Fucks fala em confiança no trabalho e direção azulina exalta a manutenção da comissão para jogo com o Fluminense

↑ Argel Fucks segue no comando do CSA mesmo acumulando derrotas no Brasileirão da Série A (Foto: Ascom/CSA)

O técnico Argel Fucks chegou ao CSA dia 3 de julho. Colocou o time em campo no amistoso contra o Sport Recife e empatou em 2×2. Na sequência do trabalho, em jogos oficiais, atuou contra Corinthians, Athletico, Grêmio, Vasco e Fortaleza. Teve dois empates e três derrotas. O time não marcou nenhum gol. Argel não sabe ainda o que é comemorar uma bola na rede neste Brasileirão. Toda essa pressão faz o torcedor questionar o método de trabalho do treinador. Mas a direção azulina endossa as palavras ditas por Argel na última coletiva.

“Sobre o meu cargo, eu acredito que não estou pressionado, estou sempre respaldado. Essa é a palavra. A diretoria acompanha e sabe do meu trabalho. Já estamos no segundo treinador, e não adianta ficar mudando”, revelou o treinador. “Não existe intenção de troca de treinador”, confirmou o presidente do conselho Raimundo Tavares.

Nesta terça-feira (13) o grupo já voltou aos trabalhos. É hora de pensar no Fluminense, adversário deste domingo (18), às 16h no Maracanã. “A partir do momento que você ganhar uma partida, vamos buscar essa confiança. A Série A é algo muito duro, existem outros clubes que também estão numa situação muito difícil. Nós poderíamos entrar no bolo de novo, caso vencêssemos, ficar a um ponto de sair da zona, estamos a quatro. O campeonato é longo, fizemos duas partidas muito boas contra Grêmio e Vasco, mudamos apenas uma peça para esse jogo, tiramos o Maranhão e colocamos o Ricardo Bueno para fazer essa função. Vamos nos acertar no momento que ganharmos”, justificou Argel.

Ele ainda não sabe se conta com Ricardo Bueno, que saiu de campo ainda no primeiro tempo com dores. “O presidente nunca teve tão perto como ele está agora. Fabiano, o Rafael, o Raimundo, a gente sempre conversa junto. Nós não perdemos por causa da escalação. É uma besteira se alguém pensar isso. Se acha que Ricardo Bueno e Alecsandro não podem jogar juntos”.

O CSA tem um desfalque certo para o jogo contra o Fluminense, domingo, no Maracanã. O meia Didira recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Fortaleza e vai cumprir suspensão.

Didira foi punido ao 24 minutos do primeiro tempo por falta dura em Mariano Vázquez. Na súmula, o árbitro Gilberto Rodrigues Castro Junior, de Pernambuco, relatou que o meia azulino deu uma entrada temerária no adversário.

Para a partida diante do Fluminense, o CSA tem três jogadores pendurados com dois cartões amarelos: o zagueiro Luciano Castán, o volante João Vitor e o atacante Ricardo Bueno.

Com a derrota por 2 a 0 para o Fortaleza, o CSA segue na penúltima posição do Brasileiro, com oito pontos. Em 14 rodadas, o time marcou somente três gols e sofreu 22. A equipe do técnico Argel Fucks tem um aproveitamento de 19%, com uma vitória, cinco empates e oito derrotas.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH