Esporte

14 de agosto de 2019 08:58

CRB precisa melhorar índice jogando em casa

Se contar apenas os pontos conquistados em Maceió, o Galo é só o 11º colocado na classificação, com 45.8% de aproveitamento

↑ Volante Wesley Dias espera por regularização para jogar pelo Galo (Foto: Ascom/CRB)

Jogar em casa está sendo um pesadelo para o CRB. O time possui números assustadores. Jogando longe do Estádio Rei Pelé, o Galo tem um aproveitamento melhor do que três dos quatro times que conseguiram o acesso à Primeira Divisão no ano passado, com 57.14%.

O problema está no aproveitamento dentro de casa. Se contar apenas os pontos conquistados em Maceió, o CRB é só o 11º colocado na classificação, com 45.8% de aproveitamento. Venceu três jogos e empatou dois.

Nesta terça-feira (13), o zagueiro Wellington Carvalho falou sobre esse assunto. “Não tem uma diferença (jogar em casa). A gente fica triste que as coisas não estão saindo como planejado. A gente dá o melhor em ambos os locais. Não acho que jogamos melhor fora. A Série B é muito nivelada e vamos aguardar”, disse o defensor.

O volante Ferrugem não deve jogar entregue ao departamento médico. O presidente Marcos Barbosa esteve reunido, no final da manhã desta terça-feira, com o elenco e comissão técnica. O objetivo do encontro foi reforçar o bom momento que o clube vive nesta Série B e o quanto todos no clube estão remando juntos para colocar o Galo na elite do futebol brasileiro.

Para a partida, os ingressos custam R$ 15 para as arquibancadas baixas, R$ 20 na alta e R$ 30 nas cadeiras.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH