Esporte

17 de julho de 2019 00:57

Ponte Preta empata sem gols com Atlético-GO em confronto direto

Com o resultado, a parte de cima da tabela não se alterou

↑ Ilustração

Em confronto direto pela liderança do Campeonato Brasileiro Série B, Ponte Preta e Atlético-GO fizeram uma partida agitada no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, mas não transformaram as chances criadas em gols e acabaram empatando por 0 a 0, em duelo válido pela décima rodada do torneio.

Com o resultado, a parte de cima da tabela não se alterou. A Ponte continuou no segundo lugar, agora com 19 pontos, empatada com o Bragantino, que se mantém na liderança pelo número de vitórias (6 a 5). Já o Atlético-GO segue na terceira posição, com 18 pontos.

Pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta enfrenta o Bragantino na próxima terça-feira, às 20h30 (de Brasília), no Estádio Nabi Abi Chedid. No mesmo dia e horário, o Atlético-GO recebe o Botafogo-SP em Goiânia.

Jogo – Apesar do frio intenso, o duelo começou quente em Campinas. Aos seis minutos, após boa trama pela esquerda, Marquinhos cruzou para dentro da área e viu Camilo testar rente à trave do goleiro Kozlinski, quase abrindo o placar para o time da casa.

Apesar da torcida contra, o Atlético-GO não se limitou a se defender. Aos 36, Mike recebeu na esquerda e cruzou para dentro da área. A bola desviou antes de Pedro Raúl marcar de cabeça, o que não aconteceu graças a Ivan, que defendeu com o peito.

A Ponte respondeu no lance seguinte. Após cruzamento de Trevisan pelo lado esquerdo, Kozlinski deu um tapa na bola. No rebote, Marquinhos tentou o chute, mas foi travado por Nicolas e não conseguiu tirar o zero antes do intervalo.

Empurrada por sua torcida, a Macaca voltou pressionando na etapa complementar. Aos cinco minutos, Diego Renan recebeu na direita, cortou para o meio e chutou forte de fora da área, exigindo grande defesa de Kozlinski.

Aos 24, Diego Renan cruzou pela esquerda, a bola quicou e encobriu Jonathan dentro da área. João Carlos pegou a sobra e bateu com força, levando perigo à meta rival. No lance seguinte, Roger recebeu na direita e soltou a bomba, tirando tinta do travessão.

Agressiva, a Ponte mandava no jogo. Aos 33, teve duas chances para marcar. Primeiro João Carlos pegou sobra de cruzamento de Diego Renan e bateu colocado, mas Kozlinski espalmou. Na sequência, Gerson Magrão arriscou de longe e mandou rente à trave. Na base do abafa, a Macaca pressionou nos minutos finais, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários