Esporte

11 de junho de 2019 10:53

CRB pode entrar no G-4 se vencer o Sport Recife

Galo tem 10 pontos e espera fazer um grande jogo com o Leão Pernambucano que está com 12 na tabela da Série B

↑ (Foto: Assessoria CRB)

A recuperação precisa ser fora de casa. Hoje o CRB vai até a Ilha do Retiro encarar o Sport, às 21h30, em Recife, no fechamento da última rodada antes da pausa da Copa América. O técnico do CRB, Marcelo Chamusca tem problemas para escalar o time e o tempo foi curto para arrumar o meio-campo.

Ele não conta com os volantes Claudinei, lesionado, Mateus Silva, expulso contra o América-MG, e Ferrugem, suspenso pelo terceiro amarelo. Dirceu Lucas ainda vai ser reavaliado, está entregue à preparação física e tem uma chance remota de voltar.

Assim, Chamusca deve optar pelo zagueiro Éwerton Páscoa, improvisado no meio, e Patrick. O lateral-esquerdo Igor cumpriu suspensão no último sábado e pode voltar ao time. Assim, Bryan também pode ser deslocado para o meio-campo, no lugar de Guilherme Costa.

A provável formação do CRB tem: Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor; Éwerton Páscoa, Patrick (Dirceu Lucas), Bryan e Felipe Ferreira; Alisson Farias e Léo Ceará. O CRB tem dez pontos no Brasileiro e está na sétima colocação.

LEÃO

O Sport venceu o Vitória, no final de semana, e não teve muito tempo para descansar. A equipe comandada por Guto Ferreira recebe o CRB. O confronto será o último antes do recesso para a Copa América. Apesar de figurar na parte de cima da classificação, o comandante leonino garante que o momento ainda não é de tranquilidade. “Estamos felizes por voltar ao G4, mas ainda tem muita coisa para acontecer na competição. Na Série B não tem jogo fácil. Vai ter a parada para a Copa América e isso vai fazer com que muita equipe cresça. O campeonato vai pegar fogo na volta”, ressaltou o treinador.

Se o Leão está no G4, muito deve-se ao tropeço do CRB em casa na última rodada. Com 10 pontos, os alagoanos foram derrotados para o América/MG, no Rei Pelé e perderam a oportunidade de ficar entre os quatro primeiros. Projetando o confronto desta terça, Guto espera o 7º colocado da Série B vindo ao Recife querendo recuperar os pontos perdidos em seu território. “Vamos enfrenar um adversário complicado, que virá mordido por perder em casa. Teremos que ter paciência para repetir o que fizemos contra o Vitória”, falou.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esporte

Comentários