Esporte

18 de janeiro de 2019 08:46

CRB espera casa cheia na estreia do Alagoano 2019

Técnico Roberto Fernandes concede entrevista coletiva nesta sexta-feira (18) para confirmar se vai manter mesma base ou fazer rodízio

↑ Torcedor do CRB está com saudades do time e deve fazer uma grande festa neste domingo (20) no Rei Pelé (Foto: Ascom/CRB)

A delegação chegou nesta quinta-feira (17) e não tem nem tempo de respirar. É hora de treinar para a estreia no Campeonato Alagoano no domingo (20), em casa contra o Coruripe. O técnico Roberto Fernandes fala nesta sexta-feira (18) em coletiva, e deve confirmar algumas mudanças para esse confronto no Trapichão. Outro fator importante é a presença do torcedor. A direção espera casa cheia.

Será o primeiro jogo da diante da nação regatiana em 2019 e a expectativa de todos no clube é grande pelo reencontro com o torcedor. CRB e Coruripe nos últimos anos estão se encontrando em finais e semifinais do Estadual e o confronto é sempre promessa de um grande jogo. Para esta partida, a diretoria alvirrubra definiu os seguintes preços nos ingressos: arquibancadas altas e baixa)s R$ 30,00 (R$ 15,00 meia-entrada) e cadeiras R$ 60,00 (R$ 30,00 meia-entrada).

Os ingressos já estão sendo vendidos nos seguintes pontos: Poly Sport (Centro e Maceió Shopping); Arena das Torcidas (Jatiúca); Kiosk Sports (Shopping Pátio); Via Esportiva (Via Expressa) e Estande do Galo (Shopping Maceió).

EM CAMPO

Os atacantes Zé Carlos, Mailson e Pajé se apresentaram e estão treinando. Todos esperam regularização. Mailson estava jogando no Al-Arabi, do Catar, e tem a situação mais delicada. “Fisicamente estou bem, mas, claro, preciso de uns dias para estar 100% e pronto para ajudar a equipe na sequência da temporada. Parei uns dias no Catar enquanto estava resolvendo esse retorno. Mas me sinto bem. Vou focar tudo nestas próximas semanas para estar voando baixo o quanto antes”, disse.

Com o elenco quase todo reformulado e um período curto de trabalho, Roberto Fernandes tem buscado alternativas para otimizar a pré-temporada. Mas o começo já foi animador com o empate fora de casa com o Bahia (1×1), pela Copa do Nordeste.

“Com esse pouco tempo de trabalho a gente tem procurado cortar caminhos. No futebol, assim como na vida, existe o ideal e existe o real. Na nossa realidade, foram 13 dias de preparação para estreia diante do Bahia. Foi um jogo dificílimo. Nesse período, a gente tentou aliar os trabalhos físicos, técnicos e táticos para estrear na temporada com uma condição aceitável. Independentemente do que aconteça, a gente ainda tem muita coisa para avaliar”, completou.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH