Esporte

21 de outubro de 2018 19:15

Flu vence e estraga estreia de Levir Culpi no Atlético-MG

Galo segue na sexta posição com 46 pontos ganhos

↑ Foto: Reprodução

Com um gol marcado por Luciano no segundo tempo, o Fluminense derrotou o Atlético-MG por 1 a 0 em partida disputada na tarde deste domingo, no estádio Nilton Santos. O resultado fez o Tricolor das Laranjeiras se afastar mais um pouco da zona de rebaixamento. A equipe dirigida por Marcelo Oliveira agora soma 40 pontos e ocupa a nona colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

O Galo segue na sexta posição com 46 pontos ganhos. O jogo marcou a estreia de Levir Culpi na direção do time mineiro que perdeu um pênalti, com Fábio Santos, quando o placar era zero a zero.

O resultado refletiu a atuação das duas equipes. Mais organizado e contando com a volta do meia Sornoza, o Fluminense foi superior ao Atlético e poderia até ter conquistado uma vitória mais expressiva. O Galo repetiu os erros de outros jogos com um ataque ineficiente que não soube aproveitar as poucas chances que apareceram durante os 90 minutos.

Na próxima rodada, o Fluminense vai visitar o Santos, na Vila Belmiro; o Atlético-MG vai encarar o Ceará, no Castelão.

Jogo

Com o lateral-direito Igor Julião na vaga de Léo, vetado durante o aquecimento, o Fluminense tentou impor seu ritmo desde os primeiros minutos, empurrando o Atlético para trás. Aos cinco minutos, Everaldo investiu pela esquerda e cruzou fechado, mas a bola saiu. Logo depois, o Tricolor chegou outra vez na área mineira com um chute de Ayrton Lucas que Victor defendeu com segurança.

O Fluminense seguiu na pressão e Maidana evitou que a cabeçada de Digão fosse para o gol, desviando para escanteio. O Galo encontrava grande dificuldade para se organizar e o atacante Ricardo Oliveira quase não participava do jogo, isolado entre os zagueiros tricolores.

Aos 14 minutos, Sornoza investiu pela intermediária e chutou rasteiro. Victor defendeu em dois tempos. Dois minutos depois, o Galo chegou pela primeira vez com um chute de Elias que não levou perigo para o gol defendido por Júlio César.

O Fluminense continuava bem melhor. Aos 21 minutos, Ayrton Lucas fez ótima jogada pela esquerda e tentou lançar Sornoza na área, mas Fábio Santos bloqueou o meia equatoriano e evitou a conclusão.

Aos 24 minutos, Ricardo Oliveira foi lançado, dominou com o braço, mas o árbitro nada marcou. Gum conseguiu evitar o chute, mas o rebote ficou com Cazares que bateu rasteiro para boa defesa de Júlio César.

O time dirigido por Marcelo Oliveira continuava com o controle da partida e criando boas situações de gol, como aconteceu aos 31 minutos quando Igor Julião investiu pela direita e cruzou rasteiro, mas Emerson chegou antes de Luciano e desviou para escanteio.

Aos 34 minutos, o Fluminense chegou a marcar, quando Everaldo recebeu na frente e mandou para as redes, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante tricolor. Dois minutos depois, Richard recebeu de Everaldo e chutou forte, assustando o goleiro Victor, mas a bola encobriu o travessão.

Nos minutos finais do primeiro tempo, as duas equipes se soltaram e proporcionaram bons momentos. Aos 41, o Fluminense quase chegou ao primeiro gol. Luciano mandou bomba que Victor defendeu em grande estilo. Logo depois, Ricardo Oliveira completou cruzamento da esquerda, mas a bola saiu. Logo depois foi a vez de Cazares arriscar e mandar para fora.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E logo aos dois minutos, o árbitro marcou pênalti a favor do Atlético quando o goleiro Júlio César derrubou Chará. Na cobrança, Fábio Santos acertou a trave esquerda e desperdiçou a chance de colocar o Galo na frente. Logo depois, Cazares foi lançado pela direita, invadiu a área, mas se atrapalhou ao tentar fazer o passe para Ricardo Oliveira e acabou desarmado.

Os dois times procuravam a marcação do gol, o que tornava a partida muito movimentada. Aos oito minutos, Everaldo bateu rasteiro e a bola passou perto da trave direita defendida por Victor.

Aos dez minutos, Emerson bateu cruzado. A bola passou por todo mundo e sobrou para Ricardo Oliveira que bateu para fora, desperdiçando uma ótima chance de inaugurar o marcador.

O Fluminense voltou a aparecer com perigo aos 13 minutos e depois de cruzamento de Igor Julião, a bola sobrou para Jadson que bateu para defesa segura de Victor.

A resposta do Galo foi imediata. Luan arrancou pelo meio e rolou para a conclusão de Emerson que obrigou Júlio César a espalmar para escanteio.

Aos 17 minutos, o Fluminense abriu o marcador. Luan errou o passe no meio campo e o time carioca saiu em velocidade. Everaldo recebeu em condições de concluir, mas preferiu Luciano que entrava livre e bateu forte para colocar nas redes de Victor.

O Fluminense quase ampliou aos 22 minutos quando Matheus Alessandro apanhou o rebote da zaga mineira e mandou a bomba que passou bem perto da trave esquerda de Victor.

Depois de sofrer o gol, a equipe comandada por Levir Culpi caiu muito de rendimento e permitiu que o Fluminense assumisse o controle da partida. Aos 31 minutos, Ayrton Lucas foi derrubado na entrada da área. Sornoza bateu e Victor fez boa defesa.

Numa tentativa de mudar a forma de jogar da equipe, Levir Culpi colocou Terans e Bruninho nas vagas de Cazares e Luan, muito apagados na etapa final.

Aos 37 minutos, Matheus Alessandro atingiu Maidana com o cotovelo e recebeu cartão vermelho, deixando o Fluminense com dez jogadores. O Atlético tentou se aproveitar da superioridade numérica para buscar o empate. Aos 42 minutos, Terans bateu cruzado e Júlio César desviou para escanteio.

No final, o Fluminense apenas tocou a bola para administrar a vantagem, sem ser incomodado pelo adversário.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH