Esporte

19 de setembro de 2018 00:28

Grêmio derrota Tucumán e está com um pé na semifinal da Libertadores

Partida de volta está marcada para o dia 2 de outubro

↑ Foto: Reprodução

O Grêmio venceu nesta terça-feira o Atlético Tucumán por 2 a 0 no Monumental José Fierro pela primeira partida das quartas de final da Libertadores. Após resistir uma pressão inicial dos argentinos, o Tricolor Gaúcho foi efetivo e objetivo nas oportunidades de gols que tiveram. Alisson e Everton marcaram os tentos gremistas. De quebra, o técnico Renato Portaluppi comemorou o triunfo no dia que completou dois anos a frente do comando do clube.

A partida de volta está marcada para o dia 2 de outubro, terça, às 21h45 (de Brasília), na Arena. Os gaúchos têm a vantagem de jogar pelo empate ou até uma derrota por um gol. Caso os argentinos devolvam o mesmo placar, a decisão da vaga será nas penalidades. Pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio recebe neste domingo o Ceará, às 11 horas (de Brasília), na Arena.

Jogo

Empurrado pela sua massa de torcedores, o Tucumán tomou a iniciativa do jogo. Aos dois minutos, Pulga cobrou escanteio, a bola desviou e chegou até Noir. O meia chutou, a bola bateu em Kannemann e saiu. Lesionado, Noir foi substituído por Nuñez logo em seguida. Cinco minutos depois, Kannemann falhou, Geromel se atrapalhou e a bola sobrou para Acosta, que chutou para fora. Aos 15, Nuñez cobrou falta no canto direito, mas Marcelo Grohe voou e fez grande defesa.

Os argentinos dominaram os primeiros 20 minutos de partida. Entretanto, o Tricolor Gaúcho soube segurar o ímpeto dos donos da casa e conseguiu equilibrar as ações do jogo.

Uma nova chegada perigosa do Tucumán, aos 31, Pulga achou Aliendro na área, que chutou no canto. Por sorte do Grêmio, Cícero colocou o pé e desviou. Mas o Tricolor Gaúcho foi mortal e efetivo na oportunidade que teve. Aos 34, Geromel bateu falta para Cícero, que encontrou Alisson dentro da área. O atacante chutou forte e fuzilou Luchetti, que nada pôde fazer.

No final do primeiro tempo, o Tucumán ficou com um homem a menos. Depois de consultar o árbitro vídeo, Wilmar Rodan expulsou Nuñez ao pisar nas costas de Alisson.

Mesmo com um jogador a menos em campo, os argentinos não se intimidam e pressionam na busca do gol de empate. Já os gaúchos se fecham bem na defesa e tentam explorar jogadas de contra-ataque.

Pelo lado direito, Leonardo Gomes, aos nove minutos, lançou Alisson que cruzou para Everton. O atacante aproveitou um erro de marcação de San Román e mandou para o fundo da rede. Bem postado na defesa, os visitantes foram muito eficientes quando chegaram ao ataque.

Com objetivo de diminuir o prejuízo, o Tucumán tentou na bola parada descontar. Aos 18, Pulga cobrou falta no canto esquerdo de Marcelo Grohe, que voou e evitou o gol. Por sua vez, no Tricolor Gaúcho se destacam na partida a dupla de zaga Geromel e Kannemann, Alisson, Maicon e Everton. Aos 42, Pepê arrancou pela direita e encontrou Everton cara a cara com Luchetti. O Cebolinha desviou do goleiro do Tucumán, mas tirou muito e mandou para fora.

Na reta final da partida, o Grêmio tratou de administrar o escore, tocou a bola de um para o outro e alcançou um resultado que coloca o time com um pé na semifinal da Libertadores.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH