Esporte

13 de setembro de 2018 22:36

Chapecoense vira para cima do Atlético-PR e sai da zona de rebaixamento

Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Internacional

↑ Foto: Reprodução

Vindo de duas derrotas no Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense não aproveitou o jogo atrasado diante da Chapecoense para reencontrar o caminho das vitorias e cedeu a virada por 2 a 1 após sair na frente do adversário, na Arena Condá. Com o resultado, o Rubro-Negro estacionou nos 27 pontos, na 14ª colocação. Já a Chape saiu da zona de rebaixamento, com 25 pontos, na 16ª colocação.

O Furacão conseguiu abrir a contagem apenas no segundo tempo, aos 15 minutos, com Pablo desviando de cabeça cruzamento perfeito de Renan Lodi. Contra, Bruno Guimarães deixou tudo igual, aos 33 minutos. Leandro Pereira, de cabeça, aos 42 minutos, decretou a virada.

Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Internacional, segunda-feira, novamente na Arena Condá, em Chapecó. Já o Atlético Paranaense terá pela frente o Fluminense, domingo, na Arena da baixada, em Curitiba.

O jogo – Com o campo escorregadio e dois times cautelosos nos primeiros minutos, a partida começou morna, sem muitas emoções em Chapeco. Aos quatro minutos, Doffo cobrou escanteio fechado e a bola passou por defesa e ataque sem ninguém tocar na bola. A Chape mostrava muito nervosismo com a boa nos pés, mostrando sentir a pressão. O primeiro chute do Furacão aconteceu aos 13 minutos, com Raphael Veiga batendo rasteiro para defesa de Wellington.

A equipe catarinense respondeu aos 14 minutos, com Victor Andrade girando na entrada da área e finalizando pela linha de fundo. Três minutos, depois, Victor Andrade subiu na área e testou firme por cima da meta atleticana. Sem conseguir entrar na zaga adversário, Wellington arriscou de longe, aos 19 minutos, fraco, direto para fora. Aos 23 minutos, Bruno Guimarães fez fila, invadiu a área e foi travado. No rebote, Veiga pegou de primeira para grande defesa de Jandrei.

O jogo seguia morno, com jogadas pontuais dos times no setor de ataque. A Chapecoense pressionou aos 33 minutos, até a bola sobrar nos pés de Victor Andrade, que soltou o pé para defesa de Santos. Aos 36 minutos, Diego Torres cobrou falta e o goleiro rubro-negro desviou para escanteio O time da casa subiu de produção e, aos 41 minutos, Victor Andrade chutou da entrada da área, raspando o poste.

Para a etapa final, as equipes retornaram sem modificações. Logo no primeiro ataque, Diego Torres ajeitou e Victor Andrade chegou chutando por cima da meta, com perigo. Aos oito minutos, Eduardo avançou com liberdade e cruzou na medida para Leandro Pereira testar para fora, com desvio na zaga.

No momento em que passava por maior dificuldade na partida, o Furacão conseguiu encontrar seu gol. Aos 15 minutos, Renan Lodi cruzou e Pablo apareceu na área para cabecear no cantinho e balançar a rede. O gol animou o Rubro-Negro Aos 17 minutos, Rony mandou o petardo da entrada da área e Jandrei salvou. A Chape tentou o troco aos 21 minutos, com Leandro Pereira aproveitando escanteio para tocar de cabeça por cima da meta.

Com a vantagem no placar o Atlético mostrava mais calma, já começando a administrar o resultado. A torcida protestava contra Guto Ferreira quando, aos 33 minutos, Bruno Silva arrancou com a bola e cruzou. Bruno Guimarães tentou cortar e mandou para dentro do próprio gol. A virada veio aos 42 minutos, com Leandro Pereira, que finalmente acertou a cabeçada após várias tentativas para garantir os três pontos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários