Esporte

18 de agosto de 2018 18:42

Com várias mudanças na equipe, Coritiba repete erros e perde para o Atlético-GO

Tcheco reassume o comando, promove seis trocas no Alviverde, mas alterações não dão efeito

↑ Nova formação do Alviverde mostrou velhos problemas (Foto: Divulgação / CFC)

O Coritiba teve mudanças e estreias, mas repetiu os velhos problemas na defesa e no ataque na derrota para o Atlético-GO, por 1 a 0, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 21ª rodada da Série B do Brasileiro.

O Alviverde levou o gol em uma falha da zaga, aos nove minutos do primeiro tempo – Renato Kayser, livre na área, aproveitou para marcar. Na etapa final, o Coxa teve mais posse de bola, mas não transformou isso em perigo no ataque.

Com a derrota, o Coritiba completou o quarto jogo sem vencer e estacionou na 10ª posição da Série B, com 29 pontos, quatro abaixo do G-4.

O técnico Tcheco assumiu o cargo e mudou mais de meio time para a partida. Foram três estreias, duas como titular. Apresentado durante a semana, o atacante Guilherme fez a sua estreia. Na lateral direita, Carlos César, contratado em março, finalmente fez o seu primeiro jogo. No segundo tempo, Carlos Eduardo, que também chegou nesta semana, estreou.

Os estreantes foram discretos. Guilherme chamou o jogo algumas vezes e concluiu com perigo no início do segundo tempo. Já Carlos César teve muita dificuldade no lado direito. Deixou Renato Kayser livre na área, em suas costas, no gol do Atlético-GO, e fez muitas faltas no começo, recebendo um cartão amarelo. Além disso, apoiou pouco no ataque. Carlos Eduardo conseguiu ajudar o time a ter mais posse de bola, mas não fez o Alviverde ser efetivo na frente.

Na escalação, mais quatro novidades. Na zaga, Thalisson Kelven substituiu Romércio, vetado pelo departamento médico. Na lateral esquerda, o zagueiro Alex Alves foi improvisado, entrando no lugar de William Matheus, suspenso. Fecham a lista de novidades o volante Vinicius Kiss e o meia Alisson Farias.

O jogo

A ideia do Coritiba era buscar os contra-ataques. Porém, a defesa vacilou logo aos nove minutos, o que resultou no gol do Atlético-GO. Após cruzamento, Renato Kayser apareceu livre na área para bater de primeira e abrir o placar.

Atrás no placar, o Alviverde teve que buscar o jogo e encontrou dificuldades na ligação com o ataque. O time só levou perigo aos 30 minutos, em chute de Uillian Correia de fora da área que foi defendido pelo goleiro. O principal nome na frente foi Guilherme Parede, que incomodou bastante pelo lado direito do ataque. No fim do primeiro tempo, ele entrou na área e bateu cruzado, dando trabalho ao goleiro Jefferson.

– Levamos um gol em um erro nosso. Temos que aproveitar o contra-ataque, conseguir empatar e vencer o jogo – resumiu Uillian Correia na saída para o intervalo.

O segundo tempo foi mais equilibrado. O Coritiba voltou mais organizado e assustou logo aos oito minutos, com Guilherme, em mais um chute de fora da área. O técnico Tcheco promoveu a entrada de Carlos Eduardo no lugar de Alisson Farias, apagado no jogo, apostou em Abner na vaga do improvisado Alex Alves, e colocou ainda o meia Jean Carlos na vaga do lateral-direito Carlos César, apagado no jogo.

Com as alterações, o Coxa passou a ter mais a posse de bola, mas foi pouco efetivo na conclusão das jogadas. O time só voltou a levar perigo aos 39 minutos. Abner cruzou, e Jonatas Belusso mandou de cabeça nas mãos do goleiro.

O Atlético-GO, que controu boa parte da etapa final, quase ampliou com João Paulo, aos 43, mas o meia chegou atrasado após um chute cruzado. Nos acréscimos, Vinicius Kiss desceu pela direita, e Uillian Correia chutou para fora. Apesar da leve pressão, o Coritiba não evitou a derrota.

– Uma partida equilibrada, decidida no detalhe, com desatenção. A gente procurou, mas errou muito na hora do último passe, da finalização, errou muito cruzamento na chegada pelos lados. Eles foram eficientes no primeiro tempo. Derrota dolorida, complica a situação na tabela. É um começo de trabalho, está iniciando, mas a equipe mostrou uma nova atitude – disse o goleiro Wilson.

O Coritiba volta a jogar na terça-feira, quando encara o Criciúma, às 19h15 (de Brasília), no estádio Heriberto Hülse, pela 22ª rodada da Série B do Brasileiro.

Fonte: Globo Esporte

Comentários