Esporte

19 de julho de 2018 23:19

Furacão empata com Internacional e segue em jejum no Brasileirão

Na próxima rodada, Atlético Paranaense enfrenta Cruzeiro

↑ Foto: Reprodução

Não foi desta vez que o Atlético Paranaense reencontrou o caminho da vitória ao ficar no empate em 2 a 2 diante do Internacional, na Arena da Baixada, aumentando seu jejum no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Furacão segue na zona de rebaixamento, mas agora na 18ª colocação, com 10 pontos. Já a equipe gaúcha é a quinta colocada, com 23 pontos.

O Colorado abriu a contagem aos 12 minutos da etapa inicial, com William Pottker aproveitando uma saída errada de Santos e um toque no braço. Raphael Veiga deixou tudo igual, aos 43 minutos. Depois o intervalo, Paulo André decretou a virada, aos 13 minutos. Mas Wellington Silva empatou aos 32 minutos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, em Belo Horizonte. Já o Internacional encara o Ceará, segunda-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O jogo – O Furacão começou a partida com muita vontade e antes do primeiro minuto chegou a balançar as redes, com Bergson, mas o árbitro anulou para anotar o impedimento de Lucho, que fez o último passe. Aos três minutos, Nikão fez a jogada e levantou para Pablo, que desvio de cabeça pela linha de fundo. O técnico Tiago Nunes foi obrigado a queimar a primeira mudança aos oito minutos, com Thiago Heleno saindo lesionado para a entrada de Wanderson.

O jogo era nervoso, com algumas jogadas mais duras. Na primeira chegada mais forte da equipe colorada, aos 12 minutos, saiu o gol. Nico López chutou na marcação e, na sobra, Santos saiu mal da meta para dividir com William Pottker, que levou a melhor e empurrou para a rede. Aos 24 minutos, Renan Lodi partiu para a jogada individual e conseguiu o cruzamento, mas na área ninguém apareceu para completar o lance.

O Atlético tentava responder, mas tinha muita dificuldade para criar no ataque. Aos 27 minutos, Raphael Veiga arriscou o tiro de longe, direto para fora. O goleiro Danilo trabalhou bem aos 36 minutos, parando chute de primeira de Bergson, que aproveitou passe açucarado de Raphael Veiga. Até que, aos 43 minutos, Raphael Veiga recebeu com liberdade e bateu da entrada da área, no cantinho, para deixar tudo igual.

Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. O jogo, por sua vez, voltou mais truncado, com as ações acontecendo mais no meio-campo. Raphael Veiga, o jogador mais efetivo do Furacão, arriscou mais um chute, aos nove minutos, para fora, mas com perigo. Porém, aos 13 minutos, a virada veio com Paulo André, subindo no meio da área para testar e marcar.

O Inter foi para o ataque, apostando nas entradas de Rossi e Wellington Silva. Aos 21 minutos, Nico tocou na medida para Pottker, que finalizou para boa defesa de Santos, que cedeu escanteio. Aos 23 minutos, foi a vez de Wellington Silva aparecer na área atleticana e testar pela linha de fundo. Cobrança de falta perigosa para Edenílson, aos 26 minutos, e a bola subiu demais. O Colorado pressionou e chegou ao empate, aos 32 minutos, com Wellington Silva pegando sobra de bola. O Furacão ainda tentou chegar ao terceiro, aos 42 minutos, em cabeçada de Pablo, mas sem sucesso. Para piorar, ainda perdeu Renan Lodi, expulso.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários