Esporte

19 de junho de 2018 21:46

CSA empata com Ponte Preta por 1 a 1 pela 12ª rodada do Brasileiro da Série B

Time alagoano acumula 4 partidas sem vencer, mas se garante no G4

↑ Aos 46 minutos. Hugo Cabral foi puxado por Lucas na entrada da área. Celsinho foi para a cobrança de falta e mandou na gaveta. Um golaço (Foto: Fábio Leoni/AAPP)

Na noite desta terça-feira (19), o CSA empatou com a Ponte Preta por 1 a 1, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A macaca cumpriu seu sexto e último jogo de punição em Campinas com um empate diante do CSA.

O resultado deixa os paulistas com 15 pontos, na provisória décima colocação. Já os alagoanos agora acumulam quatro partidas sem vencer, mas se garantem no G4, com 21 pontos. Os únicos times que podem ultrapassar o Azulão são Coritiba e Figueirense, que se enfrentam nesta rodada. Com uma vitória do Coritiba por até quatro gols de diferença, o CSA fica em terceiro. Com mais de cinco gols de diferença dos paranaenses frente aos catarinenses e com empate ou vitória do Figueira, o time alagoano fica em quarto.

O nome do jogo para os mandantes foi Júnior Santos. O centroavante ainda não havia marcado nessa edição do nacional de acesso. Ainda no primeiro tempo, o camisa 9 da Ponte Preta aproveitou rebote do goleiro Mota, que não conseguiu segurar chute de Tiago Real.

Na etapa final, o goleiro Ivan foi do inferno ao céu em dois lances. Primeiro, Ivan saiu do gol de forma afoita e cometeu pênalti em Niltinho. O próprio atacante foi para a cobrança, mas parou em Ivan, que saltou no canto e espalmou a bola para escanteio. A sensação de alívio ficou estampada na comemoração de Ivan.

Fora o susto na penalidade, a Ponte Preta controlava o jogo sem maiores problemas. Isso até Paulinho exagerar na reclamação depois de receber o único cartão amarelo do jogo. O árbitro Dewson Fernandes Freitas da Silva não titubeou e expulsou o volante da Macaca.

Assim, os minutos finais ganharam em tensão e dramaticidade. O CSA, mesmo com um jogador a mais, não conseguia criar uma jogada clara de gol, e os donos da casa pareciam até controlar o resultado de forma tranquila e segura.

Tudo mudou aos 46 minutos. Hugo Cabral foi puxado por Lucas na entrada da área. Celsinho foi para a cobrança de falta e mandou na gaveta. Um golaço. Um balde de água fria nos ponte-pretanos.

Para piorar, Ourinho deu uma entrada violenta em Ferrugem assim que o jogo se reiniciou e também foi expulso. Com nove em campo, a Ponte Preta passou apuros nos últimos dois minutos do jogo. Apesar da frustração, ao menos evitou a virada.

Na próxima rodada, a Macaca visita o Figueirense, sábado, às 18h. Na véspera, o CSA recebe o Coritiba, em Maceió, também às 18h (sempre em horário de Brasília)

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 x 1 CSA

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Data: 19 de junho de 2018, terça-feira

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Dewson Fernandes Freitas da Silva (Fifa-PA)

Assistentes: Hélcio Araújo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Cartão amarelo: Paulinho (PON)

Cartões vermelhos: Paulinho, Ourinho (PON).

GOLS

Ponte Preta: Júnior Santos, aos 34 minutos do 1T

CSA: Celsinho, aos 46 minutos do 2T.

PONTE PRETA: Ivan; Igor Vinícius, Léo, Renan Fonseca e Orinho; André Castro, Paulinho e Tiago Real (Felipe Saraiva); Danielo Barcelos, André Luís (Aaron) e Júnior Santos

Técnico: João Brigatti

CSA: Mota; Celsinho, Leandro Souza (Elivelton), Roger e Echeverría (Hugo); Edinho, Ferrugem e Didira (Taiberson); Niltinho, Walter e Michel Douglas

Técnico: Marcelo Cabo

Fonte: Da redação com Gazeta Esportiva

Comentários