Esporte

19 de Maio de 2018 19:03

Chelsea vence Manchester United e leva a Copa da Inglaterra

Hazard fez o único gol do jogo em cobrança de pênalti

↑ Jogadores do Chelsea comemoram após o gol (Foto: Ian Kington / AFP)

O Chelsea é o grande campeão da Copa da Inglaterra. No lendário Estádio de Wembley, em um sábado marcado pelo casamento real no país, a equipe do técnico Antonio Conte derrotou o rival Manchester United por 1 a 0 e levou o título do campeonato de “Copa” mais tradicional de toda a Europa.

O único gol da partida foi marcado pelo belga Eden Hazard, de pênalti, aos 21 minutos do primeiro tempo. Com a conquista da FA Cup, os Blues “salvaram” o ano, conquistando seu primeiro e único título na temporada 2017/18.

Além disso, o Chelsea levou, ao total, seu oitavo título da Copa da Inglaterra em sua 13ª final, impedindo a equipe de Manchester de vencer e se igualar ao Arsenal como maior campeã da competição mata-mata nacional.

O jogo

O tempo inicial de partida entre as duas equipes ficou marcado pelo equilíbrio e pela falta de ritmo ofensivo de ambas as equipes. A primeira oportunidade de gol só veio aos oito minutos: Hazard carregou a bola pela esquerda e chutou firme, mas David de Gea fez a defesa com os pés.

O belga, aliás, foi o principal nome dos Blues na primeira etapa. Movimentando-se com velocidade nas áreas ofensivas, o jogador era o que mais levava perigo à defesa do Manchester United. E a estratégia funcionou pouco depois, aos vinte minutos.

Após lançamento de longe, Hazard executou um lindo domínio e pôs a bola à frente, arrancando em velocidade e sob a marcação de Phil Jones. Na hora da finalização, cara a cara com De Gea, o ponta foi derrubado pelo zagueiro inglês e o árbitro Michael Oliver assinalou a penalidade.

Depois do cartão amarelo dado ao defensor, o belga foi para a cobrança. Tomando pouca distância, o camisa 10 bateu rasteiro e firme, deslocando o goleiro espanhol para o lado oposto da bola: 1 a 0 para o Chelsea no marcador.

Após o tento, Paul Pogba emergiu como principal jogador em campo. Articulando as jogadas e dando engrenagem ao meio de campo dos Red Devils, o francês deu vida à equipe: aos 29 minutos, arriscou de longe e a bola passou perto do gol de Courtois; já perto do apito parcial, fez o levantamento para a área, mas, no cabeceio, Phil Jones desperdiçou a chance de empatar.

O cenário do começo do segundo tempo foi diferente, pelo menos para os Red Devils. Precisando do gol, o time de José Mourinho foi para cima. A estratégia funcionou: aos oito minutos, Lingard fez boa jogada e a bola sobrou para Ashley Young, que não pegou bem na bola.

Pouco depois, os vermelhos foram se soltando. Courtois fez boa defesa após chute forte de Rashford. Após isso, foi a vez de Pogba e Matic arriscarem e oferecerem perigo.

Aos 18 minutos, o Manchester United balançou as redes, mas o gol foi anulado. Após cruzamento, Phil Jones cabeceia baixo e Courtois faz uma defesaça. Na sobra, o impedido Sánchez completou para o gol. O árbitro Michael Oliver teve que consultar o árbitro de vídeo para fazer a marcação.

Os Red Devils continuaram a pressão, mas viram o Chelsea passar a responder. Kanté fez bela jogada pelo meio e serviu Marcos Alonso. O espanhol dominou a bola e chutou, mas o goleiro De Gea fez bela defesa, impedindo o gol dos azuis.

Os comandados de José Mourinho tentavam. Rashford fez a arrancada e chutou em cima de Courtois; Matic arriscou de longe e viu o belga fazer outra grande defesa; por fim, Paul Pogba subiu sozinho após cobrança de escanteio e desperdiçou a chance, mandando para fora.

Perto do final de jogo, o ímpeto ofensivo do Manchester United diminuiu, e o Chelsea passou a reter a posse de bola em seu campo ofensivo. Conte gastou suas substituições próximo dos acréscimos para respirar e deixar o tempo correr: ao apito final de Michael Oliver, 1 a 0 para os Blues e título da Copa da Inglaterra garantido.

FICHA TÉCNICA
CHELSEA 1 x 0 MANCHESTER UNITED

Local: Estádio Wembley, em Londres (Inglaterra)
Data: 19 de maio de 2018, sábado
Horário: 13h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Michael Oliver
Assistentes: Lee Betts e Ian Hussin
Cartões amarelos: Phil Jones e Antonio Valencia (Manchester United)
Gol: Eden Hazard, aos 21 minutos do primeiro tempo (Chelsea)

CHELSEA: Courtois; Victor Moses, Antonio Rudiger, Gary Cahill e César Azpilicueta; N’Golo Kanté, Cesc Fàbregas, Tiémoué Bakayoko e Marcos Alonso; Eden Hazard (Wllian) e Olivier Giroud (Morata)
Técnico: Antonio Conte

MANCHESTER UNITED: David de Gea; Antonio Valencia, Phil Jones (Juan Mata), Chris Smalling e Ashley Young; Nemanja Matic, Paul Pogba e Ander Herrera; Jesse Lingard (Anthony Martial), Marcus Rashford (Romelu Lukaku) e Alexis Sánchez
Técnico: José Mourinho.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH