Esporte

28 de abril de 2018 10:55

CRB treina pênaltis e pede apoio contra o Campinense

Classificação para a Copa do Nordeste pode devolver a tranquilidade ao ambiente

↑ Goleiro João Carlos pode ser fundamental em possível disputa de pênaltis (Foto: Assessoria do CRB)

O jogo em Campina Grande foi 1×0. É jogo que vale uma cota de R$ 1,4 milhões. É duelo de pré-Copa do Nordeste entre CRB e Campinense que acontece nesta terça-feira (1º), às 19h30 no Rei Pelé. O final de semana do Galo será de muito trabalho. Inclusive treinos de cobranças de pênaltis. Em caso de vitória regatiana por diferença apenas de um gol a vaga na Copa do Nordeste 2019 será decidida nos tiros livres da marca penal. O empate é da raposa paraibana. O técnico Júnior Rocha esteve com o time nesse primeiro confronto com o Campinense, mas não pôde estar na beira do campo. Viu o jogo e já está estudando o adversário. Os atletas aos poucos estão assimilando tudo que Rocha quer mudar no CRB. Afinal já são cinco jogos de derrota com nove gols sofridos e apenas um feito.

“Cada treinador tem a sua característica de trabalho. Como respeitávamos e apoiávamos Mazola, é o momento de dar total apoio, também, ao Júnior Rocha. Vamos continuar dar todo o suporte para que ele faça um grande trabalho. O diálogo será importante agora. O mais importante é recuperar a confiança do grupo para sairmos juntos dessa. Só depende da gente”, disse o goleiro João Carlos.

O torcedor regatiano está triste. Mas a direção espera um bom público no feriado do trabalhador. A direção definiu os valores em R$ 15 arquibancadas baixa e alta e R$ 30 as cadeiras. Os preços são promocionais de meia-entrada. Sócios adimplentes têm acesso ao setor correspondente ao plano. Os pontos de venda são

Poly Sport (Centro, Maceió Shopping e Shopping Pátio), Arena das Torcidas (Antiga Av. Amélia Rosa, Serraria e Shopping Farol), Estande do Galo (Maceió Shopping), Bar do Carlão (Trapiche) e Kiosk Sports (Avenida Deputado José Lages, Ponta Verde).

“A gente sabe que a situação não é boa, mas só a gente pode mudar esse quadro. Estamos cientes de que precisamos melhorar para iniciarmos nossa volta por cima na temporada. Temos condições disso. Infelizmente as coisas não aconteceram como estávamos planejando, mas não é momento de ficar lamentando. Temos que trabalhar e evoluir para honrarmos a camisa do CRB até o fim”, destacou João.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH