Esporte

10 de janeiro de 2018 07:47

Com departamento médico ‘cheio’, CSA reduz carga de treinamentos

Quem hoje é titular precisa suar a camisa para manter a posição

↑ Echeverria estava no periodo de transição e já deve participar dos treinamentos do CSA com o grupo (Foto: RCortez / Ascom CSA)

Nesta quarta (10), as atividades no CT serão apenas no período da tarde. Igual a nesta terça-feira (9). E será assim neste sábado (13), o CSA faz o seu último jogo-treino no Mutange, contra o Coruripe. É momento do técnico Flávio Araújo fazer observações. Alguns jogadores estão se destacando como Bruno Veiga no setor de ataque.

Talison também estava indo bem na lateral-direita, mas se machucou. O departamento médico está cheio. Leandro Souza, Anderson e Leandro Kível seguem o tratamento. São dúvidas para sábado. Echeverria está no período de transição.

Quem hoje é titular precisa suar a camisa para manter a posição. Após os jogos-treino contra o time do Sindicato dos Ex-atletas e o Coruripe, o Azulão sabe que ainda precisa evoluir para chegar bem na estreia da Copa do Nordeste, no dia 18, contra o Sampaio Corrêa.

Celsinho, titular na campanha do título brasileiro da Série C, sabe que o nível da equipe ainda pode melhorar até o início das competições oficiais, principalmente na parte física e no ritmo de jogo.

“O entrosamento já existe, por termos mantido a base. A questão mais é a parte orgânica, soltar um pouco mais, voltar a pegar o ritmo de jogo. Nós sabemos que ainda precisamos encaixar algumas coisas que o professor vem pedindo nos treinamentos, então vamos aproveitar essa próxima partida para colocar isso tudo em prática”.

A direção ainda não confirmou a contratação de um zagueiro. Seguem os rumores do acerto com Xandão, que jogou no CSA em 2016.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários