Esporte

25 de novembro de 2017 19:27

No Couto Pereira lotado, Paraná busca empate com Boa Esporte nos acréscimos

Torcida paranista comemorou mais uma vez o acesso à Série A

↑ Couto Pereira recebeu mais de 37 mil torcedores para despedida do Paraná da Série B (Foto: Twitter / Reprodução)

A torcida lotou o Estádio Couto Pereira e fez muita festa, mas o Paraná não retribuiu o apoio com uma vitória em sua despedida da Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o Tricolor saiu atrás do Boa Esporte e só foi buscar o empate por 1 a 1 nos acréscimos da partida válida pela 38ª e última rodada da competição.

Garantido na elite do futebol brasileiro após dez anos, o Paraná terminou a Série B de 2017 em quarto lugar, com 64 pontos, nove a menos que o campeão, o América-MG. O Boa Esporte também se despede da temporada em alta, com quatro jogos de invencibilidade (três vitórias e um empate), fechando sua participação na décima posição, com 50 pontos.

A partida ainda marcou a despedida do goleiro Marcos do futebol. Aos 41 anos, encerrou a carreira como o jogador que mais vezes vestiu a camisa tricolor, com 367 jogos. O arqueiro, que foi abraçado por todo o elenco paranista após o confronto, ainda teve passagem por clubes de Portugal e Itália antes de retornar ao clube da Vila Capanema.

O Jogo

Diante de mais de 37 mil pessoas, o Paraná começou ligeiramente melhor e ficou perto de abrir o placar aos 12 minutos. Após cobrança de falta pela esquerda, a bola sobrou para o zagueiro Iago Maidana que, na pequena área, chutou torto e em cima do zagueiro.

A partida continuou disputada em alta velocidade e o Boa Esporte respondeu com outra bola área. Aos 27 minutos, o goleiro Marcos tirou cruzamento de soco. O rebote ficou com o volante Radamés, que, de fora da área, soltou a bomba. A bola ganhou mais altura do que ele gostaria e passou um pouco por cima do travessão.

Apesar do domínio do Tricolor paranaense, os mineiros não se intimidaram e continuaram perigosos nos contra-ataques. Pouco antes do fim do primeiro tempo, o lateral direito Geandro cruzou na área e o meia Thaciano arriscou de voleio. A bola, mais uma vez, saiu por cima do gol do arqueiro Marcos.

A etapa complementar começou com menor intensidade. Em dificuldades diante da forte marcação do Boa, o Paraná só foi chegar com perigo aos 17 minutos. Em rápido contra-ataque, os mandantes conseguiram duas finalizações, mas ambas pararam em cima da zaga mineira.

Para deixar o time mais ofensivo, o técnico Matheus Costa promoveu duas mudanças ao mesmo tempo: saíram Renatinho e Alemão para as entradas de Minho e Felipe Alves. No entanto, foi o Boa quem balançou as redes.

Aos 34 minutos, o atacante Rodolfo recebeu na lateral esquerda e, livre de marcação, correu em direção à área. Ele chutou cruzado e no alto, sem chances de defesa para o goleiro Marcos. Aos 47, a dois minutos do fim, o Paraná chegou ao empate após rápido contra-ataque que terminou com chute e gol de Robson, fazendo a festa no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1 X 1 BOA Esporte

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 25 de novembro de 2017, sábado
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
Público: 37.714 torcedores
Cartão Amarelo: Lucas Hulk, Júlio Santos, Geandro e Reis (Boa Esporte)
Cartão Vermelho: –
Gols:
PARANÁ:
Robson, aos 47 minutos do segundo tempo
BOA ESPORTE:
Rodolfo, aos 34 minutos do primeiro tempo

PARANÁ: Marcos; Cristovam, Maidana, Brock e Rayan; Gabriel Dias (Vitor Feijão), Leandro Vilela, Zezinho e Renatinho (Minho); Robson e Alemão (Felipe Alves)
Técnico: Matheus Costa

BOA ESPORTE: Fabrício; Geandro, Caíque, Júlio Santos, Radamés (Wesley) e Elivelton; Reis, Alyson, Lucas Hulk e Thaciano (Ruan); Rodolfo
Técnico: Sidney Moraes.

Comentários

MAIS NO TH