Esporte

23 de novembro de 2017 08:16

Rei Pelé recebe a segunda edição dos Jogos Indígenas de Alagoas

Objetivo é a integração dos povos e celebrar as tribos

↑ (Foto: Ascom/Selaj)

O Estádio Rei Pelé receberá personagens diferentes esta semana. Entre os dias 22 e 24 de novembro, a maior praça esportiva do Estado sediará a segunda edição dos Jogos Indígenas de Alagoas, reunindo centenas de tribos para disputa de modalidades tradicionais e apresentações culturais.

O evento tem como objetivo, contribuir com as políticas de reconhecimento e afirmação dos povos indígenas em Alagoas, celebrando a integração entre os povos e a sociedade alagoana. A Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude propôs, em parceria com a Gerencia de Articulação Social e as tribos indígenas alagoanas, a realização dos “Jogos Indígenas de Alagoas”.

Inácio é representante da tribo Koiupanká e enaltece o evento, não apenas na conotação esportiva, mas cultural e de reconhecimento dos povos. “Os velhos, jovens, mulheres e crianças buscarão representar a resistência de suas etnias presentes e cada modalidade, expressando a bravura de tantas lideranças que foram ou que são, as que conduzem seu povo. Os jogos indígenas tradicionais de Alagoas, irão proporcionar para nosso estado e em especial nossa capital  alagoana, uma nova e inesquecível história com a  celebração da vida. As danças e os cânticos serão levados para somar com o que compreendemos  enquanto indígenas. O importante não é ganhar e sim celebrar”, afirmou.

As disputas serão em modalidades como arremesso de borduna (masculino e feminino), arco e flecha (masculino e feminino), cabo de força (masculino e feminino), corrida de maraká (masculino e feminino), corrida do pote, luta corporal (masculino e feminino), zarabatana, estilingue, penacho e badoque.

“Em 2017 comemoramos 200 anos de Alagoas e nada melhor que comemorar valorizando a nossa cultura, neste caso a cultura indígena”, disse a secretária Claudia Petuba.

Comentários

MAIS NO TH