Esporte

11 de novembro de 2017 11:05

Durante uma semana, Maceió é a capital brasileira do basquete master

Equipes do país inteiro disputam medalhas em diversas categorias dos 30 até os 70 anos em oito ginásios da capital alagoana nos próximos dias

↑ O inquestionável sucesso dos eventos no basquetebol realizados em Maceió é reconhecido e elogiado em todo o Brasil, diz Marcos Jabá (Foto: Divulgação)

Mais de mil atletas do Brasil inteiro estarão em Maceió, a partir deste final de semana, até o dia 18/11, para disputa do Campeonato Brasileiro de Basquete Master. São jogadores acima dos 30 anos até a idade de 75 anos, nas categorias masculino e feminino. Em entrevista ao portal Tribuna Hoje, o presidente da Associação de Veteranos e Amigos do Basquete de Alagoas (AVAB), Marcos Jabá, e também coordenador do evento, trouxe detalhes da competição, e destacou a importância da capital alagoana receber este evento de grande porte.

“Alagoas não tinha uma representação no basquete master. Os atletas locais viajavam para jogar em outras federações. Após um grande trabalho da gestão atual, foi fundado o time do Estado e ainda a missão de realizar o Campeonato Brasileiro da modalidade na capital alagoana. A edição número 33 do evento vai reunir quase 100 equipes de todo país com participação de mais de mil atletas”, disse ele em entrevista à repórter Thayanne Magalhães.

“Imagina só como será importante e difícil gerenciar todo esse aparato de pessoas em uma cidade que antes não tinha nenhuma organização para o basquete. Hoje contamos com oito ginásios para distribuir os jogos e com isso poder realizar esta grande competição”, destacou Marcos.

O projeto de organização do basquete master em Alagoas já contabiliza cinco ano, mas apenas em 2016 é que a AVAB saiu do papel para se tornar a representação do estado nesta modalidade em todo país. “O campeonato é amador, mas a expectativa de presença de grandes nomes do basquete profissional é grande. Teremos o Marquinhos que foi seleção brasileira, entre outros nomes importantes”.

O site oficial do evento lista que estarão presentes nesse campeonato brasileiro em Maceió expressivas figuras representativas do basquete brasileiro a começar por Paulista que foi campeão mundial em 1963, acompanhado de outras figuras que ainda estão na memória de todos e que já defenderam o Brasil em Olimpíadas e mundiais, como Carioquinha, Gerson, Israel, Marquinhos, Cadum, Espiga, Alexey, Rato, entre outros e no feminino as campeãs mundiais de 1994, Dalila, Alexandra, mais Marta, Edna, Ega, Karla Costa, Joyce, entre outras.

O basquetebol master é o maior e mais organizado movimento esportivo brasileiro de esporte coletivo entre os que contemplam pessoas acima de trinta anos, em categorias com intervalos de 5 em 5 anos, iniciando na faixa 30+, 35+, 40+, 45+, até a última faixa no masculino que é a de 75 anos em diante. No feminino as categorias começam de 30 a 37+, 38 a 45+, 46 a 53+ e 54 anos em diante.

“A gente tem um atleta em São Paulo que tem 82 anos e está confirmada a participação dele em Maceió. Acreditamos que a associação vai deixar um legado grandioso, pois aqueles atletas que estavam afastados vão voltar para as quadras, vão voltar a ser aquilo que um dia foram na vida do basquete”.

Na última sexta-feira aconteceu o congresso técnico e a assembleia dos times. Neste sábado, às 17h, no ginásio do Sesi ocorre a cerimônia oficial de abertura. Depois seguem os jogos até o sábado que vem (18). “O inquestionável sucesso dos eventos no basquetebol realizados em Maceió, reconhecidos e elogiados em todo o Brasil, mostra que temos infraestrutura esportiva e turística, capacidade de organização e apoio governamental e da iniciativa privada para novas empreitadas, e conscientes das condições especiais que Maceió dispõe. Temos a certeza que o XXXIII Campeonato Brasileiro de Basquete Master atingirá os objetivos pretendidos, proporcionando a todos, além da estrutura física e organizacional adequada, sol, mar, ar puro, cultura e a hospitalidade do povo alagoano”, ressaltou Jabá.

O basquete master visa estimular a prática esportiva para atletas de maior idade, e da terceira idade. “É um verdadeiro encontro de amigos, gerando um momento único de competição e confraternização”. Os jogos acontecem o dia inteiro, a partir das 8h30 até às 22h, nos dois ginásios do Sesi (Cambona e Trapiche), ginásio Sesc Poço. Ginásio do Colégio Contato, ginásio do Ifal (antigo Cefet), ginásio do colégio COC, ginásio do colégio Jambo (antigo Fênix). A entrada é franca.

Atletas do Brasil incentivam a prática do basquete, mesmo com idades avançadas

Não existe idade para quem quer praticar esporte. Principalmente o basquete. No Campeonato Brasileiro, o presidente da AVAB Alagoas, Marcos Jabá, destaca que grandes exemplos podem ser vistos. “São jogadores de 50, 60 e mais de 70 anos que mostram vitalidade e vontade de vencer. Grandes nomes do basquete nacional. É um momento importante para nosso estado poder receber estas pessoas e mostrar nossas riquezas”, destacou o presidente. A competição acontece desde sexta (10) a 18 de novembro em oito ginásios de Maceió.

Fonte: Tribuna Independente / Junior de Melo - Editor de Esportes

Comentários

MAIS NO TH