Esporte

28 de outubro de 2017 01:23

Com gol de veterano, Oeste vence Brasil-RS e cola no G4

Com 52 pontos, Oeste ultrapassou Vila Nova (51)

O Oeste de Itápolis segue vivo na briga por uma vaga na primeira divisão nacional de 2018. Na noite desta sexta-feira, o time paulista derrotou o Brasil de Pelotas, por 1 a 0, na Arena Barueri, com gol do veterano centroavante Robert, em duelo válido pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e encerrou uma série de três partidas sem vitórias.

Com 52 pontos, o Oeste ultrapassou o Vila Nova (51), assumiu o quinto lugar na tabela e encostou no Ceará (55), primeira equipe dentro do G4, o grupo de acesso à elite do futebol brasileiro. O Brasil-RS, por sua vez, caiu para a 12ª posição, com 39 pontos.

Na próxima rodada, o Rubrão visitará o vice-líder Paraná (56), na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Curitiba. Já o time xavante buscará a reabilitação diante do Figueirense, no sábado, dia 4, às 16h30, no Estádio Orlando Scarpelli.

O jogo – O Brasil de Pelotas começou ligeiramente melhor e teve a primeira chance de gol. Aos oito minutos, após triangulação, o atacante Juninho avançou com a bola e chutou forte, exigindo grande defesa do goleiro Rodolfo.

Bem organizados na defesa, os gaúchos dificultavam as ações ofensivas dos paulistas e, em contra-ataque, quase abriram o placar aos 32 minutos, quando Itaqui, após cruzamento da direita, apareceu sozinho na área. O volante, porém, isolou a bola por cima.

O primeiro tempo, no entanto, foi marcado por um erro da arbitragem. Aos 42 minutos, o zagueiro Joilson, aproveitando cobrança de falta na área, marcou o primeiro do Oeste, de cabeça. O árbitro assinalou impedimento, que não havia, e manteve o placar inalterado em Barueri.

O time de Itápolis voltou para a etapa final mais agressivo e inaugurou o marcador aos oito minutos, com o centroavante Robert, de 36 anos, que aproveitou cruzamento na medida de Raphael Luz para tocar para o fundo do gol.

Aos 16 minutos, o time xavante chegou com perigo após cruzamento de Cassiano e cabeçada de Rafinha. O goleiro Rodolfo, no entanto, se esticou todo para evitar o empate gaúcho.

A equipe treinada pelo ex-goleiro Clemer tentou empatar o confronto na base dos cruzamento, mas não contou com a sorte. Aos 43 minutos, o volante Wilson Mathias, ao tentar afastar a bola pelo alto, cabeceou contra a própria meta e acertou o travessão.

Nos acréscimos, o fornecimento de energia do estádio foi interrompido e o jogo ficou paralisado por 11 minutos. Após o reinício da partida, o Rubrão conseguiu se defender e manter a vantagem para confirmar o triunfo em Barueri.

Fonte: Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários