Esporte

15 de setembro de 2017 08:19

CSA define premiação para o acesso à Série B

Secretaria de Esportes está ciente que laudo do Rei Pelé feito pelo Corpo de Bombeiros vence no dia 22 deste mês

O acesso do CSA para Série B vai valer R$ 1 milhão. Conselheiros azulinos confirmaram a informação à reportagem da Tribuna Independente. Em contato com a assessoria de imprensa do CSA, a resposta foi que este é um assunto interno.  O presidente Rafael Tenório não respondeu as mensagens nem atendeu as ligações da reportagem. A assessoria pessoal do presidente disse que esta situação não será divulgada oficialmente. O CSA encara o Tombense em dois jogos a partir da próxima semana valendo uma vaga na segunda divisão nacional em 2018. O primeiro confronto será em Tombos-MG no dia 18. O segundo ocorre em Maceió dia 25.

Uma situação está sendo trabalhada para o Estádio Rei Pelé. O laudo do Corpo de Bombeiros vence no dia 22 deste mês. No dia 23 acontece o jogo entre CRB e Criciúma pela Série B. Dia 25 tem CSA e Tombense. Em contato com a Secretaria Estadual de Esportes, que é responsável pelo estádio, a informação é que a entidade está ciente do vencimento do laudo. “Inicialmente não podemos falar nada sobre o assunto”, explicou o assessor de imprensa Paulo Chancey Júnior.

EM CAMPO

Flávio Araújo trabalha diariamente o time. Hoje acontece o último treino em Maceió. Na madrugada de sábado já é a viagem para o interior de Minas Gerais (Muriaé). Ele ainda não definiu quem substitui Thales no setor defensivo. Rodrigo Lobão e Leandro Souza são os candidatos. Os jogadores do Azulão não escondem a ansiedade para o compromisso contra os mineiros.

“A ansiedade está lá em cima, mas estou feliz e focado ao mesmo tempo. A gente sabe da importância do jogo fora, é um jogo difícil, mas a gente está trabalhando em cima do Tombense para fazer um resultado lá. Sabemos que o regulamente aponta a importancia do gol marcado fora de casa e isso aumenta a responsabilidade do atacante”,  explicou Michel.

“Vamos precisar de calma, paciência, e sair no momento certo. Estamos trabalhando para isso e, se Deus quiser, vamos fazer um grande jogo e sair com um bom resultado. Sabemos que no início do jogo vai ser bem difícil, que eles vão para cima, aí nós temos que ter tranquilidade, tentar encaixar o contra ataque e fazer um gol no começo, porque vai nos ajudar bastante”, disse o atacante Edinho.

O técnico azulino revelou que tem estudado o adversário. “Eu estou vendo os jogos do Tombense. Perdeu um grande jogador, o artilheiro Max, que não vai jogar essa primeira partida. Mas vamos enfrentar uma equipe muito forte dentro de casa e isso mostra que vai ser um desafio, mas nós estamos preparados”.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH