Esporte

17 de junho de 2017 19:52

Atlético-GO perde pênalti e Atlético-PR vence a segunda consecutiva

Na próxima rodada, as duas equipes terão confrontos complicados contra gigantes paulistas

Atlético-GO e Atlético-PR mostraram neste sábado porque estão brigando contra a zona de rebaixamento. Em uma partida fraca tecnicamente e com pênalti perdido pelos mandantes, o Furacão venceu o Dragão por 1 a 0.

O resultado foi importantíssimo para o Rubro-Negro, que conseguiu seu segundo triunfo no torneio nacional e saltou cinco posições na tabela de classificação, chegando à 15ª colocação com oito pontos. Já o Atlético-GO voltou para a zona de rebaixamento e tem dois pontos a menos.

Na próxima rodada, as duas equipes terão confrontos complicados contra gigantes paulistas. O Atlético-GO vai a São Paulo para encarar o Palmeiras, quarta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio Palestra Itália. Já o Atlético-PR recebe o São Paulo, no mesmo dia, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada.

O JOGO

A partida que parecia não prometer muita coisa começou à todo vapor neste sábado. Logo aos três minutos, Douglas Coutinho recebeu na entrada da área, ajeitou para a esquerda e chutou rasteiro. Felipe Garcia deu rebote, e Sidcley aproveitou o gol vazio para só completar para as redes.

Mesmo à frente no placar logo no início do confronto, o Furacão seguiu no ataque e voltou a assustar aos 10 minutos. Douglas Coutinho avançou pela direita e cruzou rasteiro para Nikão, que bateu de primeira, e mandou a bola com perigo à direita do gol de Felipe Garcia.

Após 15 bons primeiros minutos dos mandantes, o Atlético-GO equilibrou a partida com boas oportunidades de Everaldo. Primeiro, o centroavante aproveitou sobra na área e bateu cruzado, obrigando ótima defesa de Weverton, que desviou a bola antes de ela explodir no travessão.

Na sequência Igor invadiu a área e foi derrubado por Nicolas. O árbitro assinalou pênalti e, na cobrança, Everaldo bateu para fora, à esquerda da meta, desperdiçando a oportunidade.

Na etapa final, o Atlético-GO voltou do intervalo disposto à pressionar pelo empate. Com cinco minutos, Igor avançou, passou pela marcação de Douglas Coutinho e chutou de longe, mas Weverton espalmou e mandou para escanteio.

Aos dez, a torcida do Dragão chegou a gritar gol, mas a bola foi na rede pelo lado de fora. Andrigo recebeu na esquerda, cortou para dentro e bateu firme, mandando a bola no canto direito de Weverton.

Por fim, já aos 35 minutos, o Furacão aproveitou o espaço para contra-atacar e, pela primeira vez, levou perigo. Nikão cruzou para a área e Matheus Rossetto bateu de primeira, mas Felipe Garcia fez uma difícil defesa, no reflexo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH