Esporte

9 de março de 2017 10:17

Clubes vão recorrer contra torcida única no clássico CSA e CRB

Copa do Nordeste está liberada para as duas torcidas; mas para o campeonato estadual ideia é ter apenas uma

A reunião dos clubes com os órgãos de segurança e justiça ainda repercute. CSA e CRB saíram do encontro cientes que os clássicos no campeonato Alagoano serão de torcida única. Essa decisão ainda não é oficial, mas é o desejo de todos, menos os dois rivais. Tanto o lado azul, como o vermelho, já disse que não vai aceitar essa situação no alagoano.

Para Copa do Nordeste neste sábado, ás 18h15, o estádio Rei Pelé terá 70% de azulinos e 30% de regatianos. O planejamento de segurança será definido nesta sexta-feira às 10h, em reunião no comando de policiamento da capital (CPC).

A proposta dos representantes do judiciário é que todo clássico a partir de agora seja apenas uma torcida, para evitar casos de violência, como afirmou o desembargador Celyrio Adamastor Tenório Accioly, que conduziu o encontro da última terça-feira Presidência do TJ/AL. “Como não houve consenso entre todos nesta primeira reunião tivemos que suspender o encontro. É algo lamentável. Vamos torcer para que nada ocorra no clássico de sábado”, revelou.

A promotora de Justiça Sandra Malta explicou que a proposta de haver torcida única no jogo da Copa do Nordeste não foi aceita pelo CRB. “Eles alegaram que sofreriam prejuízo, já que no jogo anterior o mando de campo também foi do CSA”.

 A representante do Ministério Público disse, no entanto, que os times concordaram com a torcida única nos jogos do Campeonato Alagoano.

“A preocupação do MP, assim como do Judiciário, é com a violência dentro e fora do campo. O que está em jogo é a integridade física do torcedor comum. Ocorrem cada vez mais casos de tumultos, espancamentos e tentativas de homicídio e é isso que estamos tentando impedir. A sociedade não tolera mais essa situação”, ressaltou.

Fonte: Editoria de Esportes, Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH