Esporte

12 de fevereiro de 2017 21:15

Vasco para na retranca e perde para o Volta Redonda no Carioca

Linha de impedimento não funciona e David Batista faz o gol da vitória do Voltaço aos três minutos de jogo

Um erro da defesa no primeiro lance do jogo custou ao Vasco a derrota para o Volta Redonda por 1 a 0, na noite deste domingo, no fechamento da penúltima rodada da Taça Guanabara. O time mostrou muita vontade e pressionou o adversário durante todo o restante de partida, mas parou na retranca e vai precisar de um bom resultado no último jogo para ir às semifinais.

O gol único da partida foi marcado pelo atacante David Batista. A linha de impedimento da defesa do Vasco não funcionou e o atacante do Voltaço cabeceou sozinho no canto de Martín Silva, logo aos três minutos de jogo. O Vasco criou boas chances, principalmente nas jogadas de Kelvin e Henrique , que funcionaram bem pela direita, mas um esquema defensivo bem organizado garantiu ao Voltaço os primeiros três pontos no Campeonato Carioca.

O resultado fez o Volta Redonda chegar aos mesmos seis pontos do Vasco, mas fica atrás por ter uma vitória a menos. O time comandado por Cristóvão Borges continua na zona de classificação e dependerá apenas das próprias forças na última rodada.

Os jogos da decisiva rodada do grupo C serão na próximo sábado, todos começando às 17h. O Vasco vai receber a Portuguesa, em São Januário, e precisa apenas de uma vitória para se garantir nas semifinais. O Volta Redonda terá pela frente o Fluminense, fora de casa — já classificado em 1º lugar na chave, o Fluminense anunciou que usará um time misto.

Vasco erra e mostra muita luta

Quem chegou um pouquinho atrasado no Raulino de Oliveira perdeu o principal lance da partida desta noite. Logo aos três minutos de jogo, a linha de impedimento do Vasco falhou e David Batista cabeceou sozinho no canto de Martín Silva. O gol no início fez o Voltaço recuar aos poucos, e o time comandado pelo técnico Cairo Lima passou a marcar com todos os jogadores atrás da linha da bola, apostando no erro do adversário.

E foi aí que o Vasco cresceu. Kelvin e Henrique criaram boas oportunidades pelo lado direito do ataque e encheram os olhos da torcida. Em uma boa trama, Kelvin cruzou de trivela e Muriqui bate forte em cima da zaga do Voltaço. Guilherme também apareceu bem, insistindo em lances individuais, mas foi Rodrigo que chegou mais perto do gol, em cobrança de falta de muito longe.

Ataque contra uma excelente defesa

No segundo tempo, o panorama da partida continuou sendo o mesmo. O Vasco seguiu tomando a iniciativa do jogo e trocava passes com paciência. Chegou a ter um arco de jogadores em torno da área, como acontece no handebol, em uma clara mostra do que tinha se tornado o jogo: ataque contra defesa.

Cristóvão mexeu no time e promoveu a estreia de Wagner. O meia tentou chamar a responsabilidade, mas ainda não está no ritmo de jogo ideal e pouco ajudou. Continuaram sendo da molecada as principais jogadas de ataque do Vasco. A torcida chegou a gritar gol em uma cobrança de falta de Nenê, mas a bola balançou as redes pelo lado de fora. No fim, sem fôlego e preso na marcação de um Volta Redonda bem postado em campo, o Vasco passou a chegar com menos perigo, até o apito do árbitro que encerrou a partida.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

MAIS NO TH