Autos & Motos

10 de abril de 2019 17:55

Veículos terão chave digital para smartphone

Tecnologia permite que carro seja destravado, ligado e conduzido sem uma chave física

↑ Chave identifica usuário e ajusta configurações do veículo automaticamente (Foto: Divulgação)

O Hyundai Motor Group, grupo automotivo do qual a Kia Motors Corporation faz parte, anunciou o desenvolvimento de uma “chave digital”, que permite aos usuários destravar e dar a partida no veículo via smartphone. Substituindo a chave física tradicional, a nova chave digital pode ser baixada por meio de um aplicativo e utilizada por até quatro pessoas autorizadas.

Após a chave digital ser baixada e instalada no smartphone, a tecnologia Near Field Communication (NFC) detecta a presença de um celular habilitado nas proximidades da porta do veículo. A antena NFC para identificação de entrada está localizada nas alças das portas do motorista e do passageiro da frente, enquanto outra para a partida do motor está localizada dentro da base de carregamento sem fio.

Depois de destravar o veículo, o usuário pode ligar o motor posicionando o smartphone na bandeja de carregamento sem fio, situada no console central, e pressionando o botão Start/Stop no painel.

foto

Novidade passará a ser implementada em automóveis da Kia a partir deste ano (Foto: Divulgação)

As preferências do usuário em relação às configurações do veículo também são armazenadas. Quando a chave é reconhecida, essas configurações são ajustadas automaticamente – incluindo a posição dos espelhos, assentos e volante, bem como os controles dos sistemas de áudio, vídeo e navegação (AVN) e os ajustes de exibição do head-up display.

A chave digital ainda pode ser utilizada para controlar alguns sistemas dos veículos remotamente, por meio do smartphone. Usando a comunicação Bluetooth Low Energy (BLE), os usuários podem travar e destravar o veículo, ativar o alarme e ligar o motor. Além disso, quando os veículos com recursos de estacionamento autônomo forem comercializados, espera-se que essas tecnologias também sejam controladas remotamente.

Fonte: Tribuna Autos & Motos

Comentários

MAIS NO TH