Entretenimento

26 de novembro de 2021 16:55

Exigências de Camila Queiroz chocam chefão da Globo: “Nunca vi nada parecido”

Atual chefão do entretenimento, Ricardo Waddington detalhou o que rolou nos bastidores de 'Verdades Secretas 2'

↑ Foto: Reprodução/TV Globo

Atual diretor de entretenimento da TV Globo, Ricardo Waddington se pronunciou sobre a turbulenta saída de Camila Queiroz da emissora. Ele contou que em seus mais de 30 anos na emissora nunca viu exigências como as que a atriz fez.

As revelações foram publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo, na coluna do jornalista Tony Goes, nesta sexta-feira (26).

“Independentemente do que aconteceu na relação contratual de Camila conosco, o que motivou sua saída da emissora foram as exigências que ela fez para cumprir uma extensão de apenas sete diárias”, responde ele.

O diretor disse que o elenco não colocou qualquer resistência, ao contrário da atriz. “Todo o resto do elenco concordou em fazer. Não teve uma única pessoa que dissesse ‘ah, não, não vou fazer sete diárias’”, afirmou ele.

Para Waddington, que já ocupou vários cargos na emissora e está na função desde 1982, a postura da atriz é inédita.  “Isso não existe […] Nós somos profissionais. Protegemos com a nossa vida o que a gente faz. ‘O show não pode parar’ não é uma figura de linguagem. É a lei do que nós fazemos. O cara vai lá com febre, doente, a mãe morreu, mas ele sobe no palco e entrega o que tem que entregar”, afirmou ele.

“A campanha publicitária não é de responsabilidade dos Estúdios Globo. Nem eu tenho como garantir nada para ela. A campanha obedece a uma lógica de marketing, e temos especialistas que estabelecem essa lógica. Eu tenho 39 anos de Globo, 39 anos que eu trabalho com elencos, e nunca havia visto nada parecido”.

PRONUNCIAMENTO

A TV Globo tomou uma atitude surpreendente nesta sexta-feira (26). Após cortar Camila Queiroz dos últimos capítulos de Verdades Secretas 2, a emissora usou as redes sociais para negar alguns boatos que têm rolado quanto ao fim do contrato com a atriz.

Em uma série de publicações no Twitter, o canal esclarece que não demitiu a estrela, que já estava trabalhando em esquema de contrato por obra: “Não houve, portanto, demissão – mas o encerramento de um contrato que foi cumprido até o final do prazo ajustado”. Eles também negaram que haja intenção de processara esposa de Klebber Toledo: “A Globo não tomou a decisão de processar Camila Queiroz e sequer estuda o tema“.

Fonte: Contigo!

Comentários

MAIS NO TH