Entretenimento

7 de abril de 2021 11:52

Quem Matou Sara?: como o seriado mexicano virou o mais visto da Netflix

A produção mistura thriller de ação com o bom e velho dramalhão latino-americano: fórmula conquistou a audiência mundial

↑ Foto: Divulgação

O seriado mexicano Quem Matou Sara? conquistou uma marca importante: é, atualmente, o mais visto da Netflix. No Brasil, a atração está no primeiro lugar há duas semanas, assim como em outros países latinos, como Argentina, Bolívia e México. Mistura de thriller com dramalhão, a produção virou um grande sucesso.

Quem Matou Sara? conta a história de Álex Guzman, que, após ficar 18 anos preso acusado (injustamente, é claro) de matar sua irmã, sai da cadeia decidido a se vingar da família Lazcano – magnatas que o colocaram na cadeia.

Essa pegada de thriller de ação, com cenas de violência, combate e armações, rapidamente, perde espaço nos 10 episódios do seriado. Entra em cena aquilo que melhor a teledramaturgia latino-americana (aqui incluída a brasileira) sabe fazer: um bom drama, com direito a reviravoltas e confrontos familiares.

É exatamente na exploração das contradições e escândalos da família Lazcano que Quem Matou Sara? ganha muita força. Os ricaços possuem vários arquétipos: a filha justiceira, o herdeiro submisso, o irmão gay, a mãe moralista e o pai, César Lazcano, um vilão extremamente caricatural.

E o termo sucesso não é exagero: segunda a plataforma Flix Patrol, que monitora a audiência da Netflix, a série mexicana está em primeiro lugar em 42 países: incluindo todos (entre avaliados pela plataforma) da América Latina.

No IMDB, uma das principais plataformas de audiovisual do mundo, a série, que estreou em 24 de março na Netflix, segue com ótimo índice de popularidade, subindo posições todas as semanas. Entre os usuários, a nota é de 6,7 (de um total de 10), que a coloca em um patamar intermediário da crítica social.

Os bons números, naturalmente, impulsionaram a renovação de Quem Matou Sara? para uma segunda temporada, com estreia para 19 de maio na Netflix.

Veja o trailer:

Fonte: Televisão/Metrópoles / Luiz Prisco

Comentários

MAIS NO TH